Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

04/02/2022 08h19

COVER OU AUTORAL: QUAL É A SUA?

Coluna de Marcos Martino

Compartilhe
c

Por ser compositor, tenho preferência por trabalhos autorais, mas sei que nem todos os projetos tem viés autoral e muitos covers são muito bem feitos e profissionais. Alguns artistas preferem tocar o mais proximo do original. Grande parte do público também prefere assim. O público quer cantar junto...como vai cantar junto uma música que não conhece? E tem outra coisa...tem pessoas que são boas pra tocar instrumentos, pra cantar, tem ritmo, mas não tem o dom da composição. Tá tudo certo também...

AS CASAS PREFEREM COVERS

A explicação é simples. Se tem um cover do Legião, vai o público do Legião que é enorme. O mesmo com um cover do Raul, do Mamonas. As casas preferem por que precisam de público pra pagar as contas. Então, quando tiver shows autorais, os artistas precisam trabalhar muito mais pra garantir público. Ai vai valer à pena pra todo mundo.

O POVO CRITICA A ATUAL FASE DA MÚSICA, MAS NÃO TEMOS RENOVAÇÃO...

Quando não tem coisas boas rolando, o que é ruim ocupa o espaço. De que adianta o pessoal ficar criticando as paradas de sucesso e não colocar nada na roda? Vamos renovar, fazer músicas novas, inundar o mundo de bons conteúdos...

SENHORES POLÍTICOS, FAÇAM FESTIVAIS

Caríssimos amigos, vcs podem e devem fazer eventos populares desses que dão um caminhão de votos. Mas guardem um pouco de dinheiro para incentivar a cena autoral das suas cidades. Façam FESTIVAIS DE MÚSICA AUTORAL. Tudo bem, pode até ter um show com covers pra linkar a platéia, mas abram espaços para a criatividade, para os poetas, para os novos valores, para os compositores que cantam a cena local.

MINHA TERRA TEM UM FESTIVAL MEGA TRADICIONAL

Alvinópolis fez festival de Música durante 40 anos. Já foi um dos mais famosos, dava um público incrível. Entrou em decadência nos últimos anos, ainda mais depois da COVID. Mas se eu fosse o prefeito e sua jovem secretaria de cultura, pegava o festival como marca de governo, como questão de estado e faria do Festival uma vitrine.

ALÉM DOS FESTIVAIS, MUITOS LANÇAMENTOS

A banda Bonappart talvez tenha sido a mais ativa. Conseguiu a proeza de fazer 5 singles e 4 clipes durante a pandemia. Marquinhos do Infocus e Baile do Madruga também lançou singles autorais. Mas fico sabendo das coisas. O Umbigo Trio tá mirando a música autoral. Aliás, os caras criam em jams sessions, coisa raríssima hoje em dia. O projeto Relicário também tá voltando e é bem interessante. O projeto Dandá da atual presidente da Fundação também tá com coisas no forno. Wir Caetano é outro que compõe e empreende parcerias com outros criadores. Eu (Marcos Martino) estou com alguns projetos ai também. Pedro Venancio é outro que tem potencial como compositor, mas também tem se dedicado aos covers. 

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus