Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

05/02/2021 06h04

"Quero fazer de São Gonçalo uma cidade autossustentável"

Entrevista com Nozinho Barcelos

Compartilhe
São Gonçalo do Rio Abaixo - O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Nozinho Barcelos (PDT), foi eleito para cumprir o seu terceiro mandato no município após ter exercido, também, um mandato como deputado estadual entre os anos de 2015 e 2018. O experiente político também foi vereador e presidente da Câmara são gonçalense e conhece, como ninguém, os problemas da cidade e de suas comunidades rurais. Nessa entrevista exclusiva, Nozinho fala de seus objetivos, desafios e das dificuldades ao encontrar o município sucateado. Confira:
 
Bom Dia - Quais as expectativas para o seu terceiro mandato como prefeito de São Gonçalo?
 
Nozinho Barcelos - Trabalhar para fazer de São Gonçalo uma cidade autossustentável, independente da mineração. 
 
BD - E os principais desafios à frente do Executivo Municipal?
 
NB - Precisamos da diversificação da economia, investir na educação e na qualificação profissional para ter uma cidade sustentável. Mas para isso, precisamos primeiro colocar as coisas no lugar. Encontramos uma situação financeira muito diferente da que foi passada para a equipe de transição e os setores sucateados.
 
BD - Além da propagada crise financeira vivida pelos municípios, a pandemia do novo coronavírus, o Covid-19, é, sem dúvida, um grande desafio para os prefeitos eleitos. Quais as principais medidas a serem adotadas pelo novo governo para combatê-la?
 
NB - Estamos seguindo todos os protocolos necessários no combate ao Coronavírus. Nossa principal medida tem sido o diálogo com os diversos setores do município, principalmente com a população, além de uma ação conjunta com as cidades do Médio Piracicaba. Sabemos que o combate a esse vírus depende de cada um de nós e se houver a conscientização e a colaboração de todos, as coisas voltarão à normalidade o mais rápido possível.
 
“Encontramos uma
situação financeira
muito diferente da que foi passada para a equipe de transição e
os setores sucateados”
BD - Qual será a principal característica do governo Nozinho? A chamada “cara” do governo, sua marca?
 
NB - A valorização das pessoas e o diálogo com a população.
 
BD - O senhor volta a governar São Gonçalo após nove anos. Muita coisa mudou de lá pra cá?
 
NB - O desemprego é uma preocupação ainda maior e a população quer ser mais ouvida e participar mais das decisões.
 
BD - Em sua opinião, quais as prioridades para São Gonçalo no momento?
 
NB - Uma educação de qualidade e uma saúde humanizada. Precisamos atender bem as necessidades do cidadão. Além disso, a busca do desenvolvimento econômico para a geração de emprego, renda e qualidade de vida. 
 
BD - Qual a real situação da Prefeitura? Como o senhor encontrou a administração? 
 
NB - A situação real da prefeitura não foi passada para a equipe de transição e não esperávamos encontrar uma situação tão precária. O problema maior é o sucateamento da máquina pública. Mas, com muito trabalho e uma equipe comprometida, já estamos colocando a cidade nos trilhos novamente.
 
BD - Para finalizar, deixe uma mensagem ao povo de São Gonçalo.
 
NB - Deixo uma mensagem de união de todos na busca de soluções para melhorar a qualidade de vida, a começar pela colaboração da população nas ações preventivas de combate á COVID-19.
 
 
 
 
“A população quer ser mais ouvida e participar mais das decisões”   

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus