Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

20/11/2020 08h03

Desafios da Pandemia nos relacionamentos

"Relacionar envolve Diálogo, algo que deixamos de lado nesse mundo digital que estamos vivendo...."

Compartilhe
Este ano de 2020, trouxe vários desafios, reflexões e ensinamentos para a nossa vida, principalmente nos relacionamentos e na nossa vida sexual.
No corre-corre do dia a dia, sempre com alguma coisa na cabeça a fazer...quase nunca parávamos ou tínhamos tempo para dedicarmos as pessoas ao nosso redor, as pessoas com quem convivemos diariamente: parceiros, filhos, pais e ou qualquer outra pessoa que faz parte do nosso convívio familiar.
E de repente paramos, sem planejar, sem programar, sem tempo de analisar o que fazer e como fazer.
Emoções a flor da pele, afinal um novo vírus estava no ar e ainda com muitas informações e poucas certezas de como nos cuidarmos e cuidarmos das pessoas que amamos.
No início, essa parada foi vista com bons olhos por alguns, o “Ficar em Casa’, foi visto como uma férias forçada, mas depois...começamos a perceber que o lugar que mais deveríamos nos sentir bem, tem lá seus desafios a serem vencidos, principalmente saber conviver com nossos entes amados.
Isso foi muito desafiador e sofrido.
Começamos a perceber que nossos parceiros ou parceiras, filhos, pais...também tem seus medos e incertezas, assim como Nós.
Diálogo, comunicação, essa é a diferença, isso faz a diferença, mas será que estamos abertos a ouvir e entender as dificuldades dos outros? Mesmo sendo amados por nós?
Nesse momento ficou mais claro que relacionar envolve abrir mão em vários aspectos, inclusive das nossas certezas.
Ficar em casa, 24hs em uma convivência fechada, forçada, estilo Big Brother, causa muito stress, brigas, discussões e também dissabores.
Foi necessário adaptações, infelizmente, achamos que só os “outros”, tem defeitos, “somos perfeitos” e não percebemos que também afetamos as pessoas ao nosso redor, muitas vezes machucando por falas e atitudes sem pensar.
Não estou aqui para falar o que é certo ou errado, estou aqui apenas fazendo uma reflexão, necessária nesse nosso momento que estamos vivendo.
Relacionar envolve Diálogo, algo que deixamos de lado nesse mundo digital que estamos vivendo.
Como Pais, estamos precisando sentar, dialogar e ouvir mais nossos filhos, trazê-los para mais perto de nós. Conhecer o seu mundo, sem tantas críticas e mais aconchego.
Como Filhos, ser mais participativos nos encontros, estar mais presente, porque quando partirem sentiremos falta desses momentos...
E como Maridos/Esposas sermos mais companheiros, parceiros, amigos e principalmente amantes...Amantes e porque não? Ligamos o piloto automático, inclusive para o sexo, o que antes era divertido, alegre, inusitado, passou a ser cotidiano, rotineiro...rotina acaba com os relacionamentos. Então e porque não? Aproveite o momento para enamorar-se novamente, use a criatividade, tire tempo para os dois, conversem, relembrem os momentos deliciosos, loucuras vividas e ouçam músicas, sim aquelas que marcaram os encontros, os sonhos...a fantasia... 
E como ficam os namoros? Esquecidos, distantes? De jeito nenhum...inovem, busquem novas formas de namorar...afinal, temos as mídias digitais a nosso favor...ajuda bastante a quebrar a rotina, fugir do stress do momento.
E aos solteiros/solteiras? Asas à imaginação! Principalmente as Mulheres que ainda tem muitos tabus, receios e preconceitos em relação a masturbação, quem sabe não é esse o momento de você começar a se conhecer e a conhecer melhor o seu corpo e as sensações que ele pode te dar? Em tempos de Covid-19, a imaginação e a masturbação são as principais armas na hora do sexo.
Quanto ao autoerotismo pode ser mantido, pois não contraria as restrições sexuais.
Sexo é toque, é cheiro, é afago, concordo e amo tudo isso. Mas, se o momento pede cuidados, podemos incluir alguns temperos extras... mensagens, vídeos, um áudio amoroso, carinhos e quem sabe um pouquinho mais “caliente”? 
“Sem esquecer que a prioridade é adotar as medidas de prevenção contra o coronavírus”, como diz a  sexóloga Dra. Carmita Abdo.
Enfim, cuidar se faz extremamente necessário e é também um Ato de Amor a Você e as pessoas que você  Ama!
 
Nádia Guimarães
 
Foto: Sérgio Henrique Braga

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus