Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

30/10/2020 07h49

Gladevon: Muitas histórias nos caminhos da Cultura

Gladevon: Muitas histórias nos caminhos da Cultura

Compartilhe
O Bom Dia essa semana foi conversar com o Gladevon J Costa, grande produtor cultural, também formado em jornalismo, direito e pedagogia. Atuou na Fundação Casa de Cultura e hoje é candidato a vereador pelo PODEMOS. Mas vamos à entrevista...
BOM DIA - O que o levou a candidatar-se vereador em João Monlevade? 
Gladevon - Primeiramente quero agradecer o convite para a entrevista e assim falar para os leitores do jornal Bom Dia, que é um dos maiores meios de comunicação de nossa cidade.Uma série de coisas, dentre elas o fato de ver que a nossa política municipal não se renova. Acredito que as pessoas de bem e que sonham em dias melhores para nossa João Monlevade, devem sim, se envolver com a política e buscar fazer a diferença. Num primeiro momento relutei em aceitar a ser candidato, mas sou homem de fé, busquei na direção de Deus e em conversas com minha família, amigos e lideranças de nossa cidade, decidi que esse é o momento de contribuir ainda mais com a nossa sociedade.
BOM DIA - Você sempre foi ligado a cultura, seja trabalhando em rádio, seja trabalhando com produções, seja como diretor da Casa de Cultura. Como você acha que a Câmara pode ajudar a arte e a cultura?
Gladevon - A Câmara Municipal é conhecida como a “Casa do Povo”. A cultura e arte são importantes meios de obtenção  do conhecimento  e mantém estreita relação com  a educação. Por isso, são indispensáveis políticas públicas que devem estar presentes em qualquer câmara municipal e ou plano de governo. Nos últimos anos nossa arte e nossa cultura foram jogada as “traças”, completamente abandonadas. Através de projetos de lei, podemos implementar uma economia criativa, usando a cultura e arte local como gatilho.
BOM DIA - Não acham que faltam mais vitrines para a arte? Espaços para fruição da produção artística? 
Gladevon - Sim, falta e muito, quando fui diretor executivo da Fundação Casa de Cultura fizemos de tudo para que nossa arte e cultura ocupassem os espaços, principalmente o público, buscamos parcerias com a iniciativa privada, como por exemplo, o Banco do Brasil que abriu espaço para exposições de artistas locais, o saguão da prefeitura, a Rua Nova York, a Praça do Povo, os espaços da Casa de Cultura, o Sindicato dos Metalúrgicos, enfim, travávamos uma odisseia para oferecer espaços para arte e cultura local, mas com o passar dos anos, tudo se perdeu, mas acredito que poderemos conquistar esses espaços novamente .Os parceiros estão ai, o que falta é a vontade de fazer acontecer.
BOM DIA - Você hoje trabalha no Sistema Prisional. Tem cultura nesse meio? Bons conteúdos são oferecidos para ajudar os reclusos em sua recuperação? 
Gladevon - Demais. Temos o Projeto Leitura para a vida, que possibilita o reeducando ter contato com o mundo literário. Devido a pandemia este projeto está suspenso temporariamente. Aqui em João Monlevade os reeducandos produzem artesanatos incríveis, o que gera renda para suas famílias. Também tivemos escola de música e os nossos reeducandos inclusive participaram de festivais como de música, desenhos, literários, todos realizados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. O artesanato continua firme.
BOM DIA - Acha que o tratamento dado aos presos é humano e sensível? 
Gladevon - Em João Monlevade, local que eu trabalho, fazemos de tudo para humanizar esse tratamento. Não se pode recuperar alguém se não o tratar como ser humano. A participação da sociedade na reintegração do detento ao convívio social é um fator essencial para que a ressocialização surta efeitos positivos. Portanto, precisamos criar políticas públicas locais para que de fato, o reeducando seja reintegrado na sociedade. 
BOM DIA - Você também é uma pessoa da Fé. Não acha que faltam eventos gospel? Acha que existe paz entre as religiões ou o clima é de guerra pelos fieis?
Gladevon - Sim, meus caminhos são sempre direcionados pela fé. Na realidade na cidade praticamente não existem eventos voltados para esse público, o que é lamentável. No meu período na Fundação Casa de Cultura, realizamos diversos. Os aniversários da cidade foram marcados por grandes eventos gospes, como o cantor Fernandinho, o Padre Fábio de Melo, também fizemos edições do projeto mais que rock com artistas golpes locais. Não só realizamos eventos golpes, como também incentivamos os talentos locais. Aqui em João Monlevade, Graças a Deus a tolerância religiosa é uma marca do povo.
BOM DIA - Em sua gestão na Casa de Cultura, uma das áreas que você teve atenção especial foi com o patrimônio histórico. Não acha que tá faltando cuidados maiores com o centro industrial? E a Escola de Santana? Não deveria ser objetivo de diálogo do município junto a secretaria de cultura, pra recuperar esse espaço que é Monlevadense e deveria ser utilizado pelo município?
Gladevon - Nossa, como lutamos por nosso patrimônio histórico cultural viu. Trabalhamos muito para  que nossas  Guardas  de Congados, Corporações Musicais fossem tombadas como Patrimônio  Histórico e Cultural. Chegamos a atingir 12 pontos no ICMS CULTURAL, o que gerou receitas para nossa cultura e que possibilitou durante aquele período,  preservar  a  nossa rica história cultural.  A região do centro industrial está abandonada há anos e precisa ser revitalizada porque faz parte da nossa história. Minha proposta para o Prédio da Escola Estadual Santana é transformar o local no tão sonhando museu do aço. Isso é possível através de parceria público privada. Já sobre a imagem de Sant’ana, apesar de esta bem cuidada na Igreja São José Operário, nosso desejo é abrir o debate com a sociedade e ver se concordam que ela volte para o seu lugar de origem, que é o prédio da escola. O prédio se tornando o museu do aço, nada impede que a imagem volte para lá. (Inclusive a imagem faz parte do patrimônio histórico e cultural de João Monlevade).
BOM DIA - O que acha de transformarem o “Museu do Aço” em “Museu do Osso”? Da transformação do Museu que seria inaugurado no Areião, num canil?
Gladevon - É uma situação polêmica. O local recebeu recursos federais para que fosse construído o museu do aço, mas infelizmente apesar de existir uma lei local que obrigue o prefeito que estiver no atual mandato, a dar continuidade às obras iniciadas por seu antecessor, como não existe efetiva fiscalização por parte dos vereadores, a obra foi abandonada e agora vai virar o canil municipal. Claro que um canil municipal é urgente, mas, não sei se o local é o apropriado. Próximo ao local é cenário dos grandes shows na cidade, daí vem a pergunta: como esses animais ficarão em dias de shows? Será possível controlar os decibéis do som? Qual impacto nesses animais mesmo que seja um só dia de show? Alguém pensou nisso?
BOM DIA - Você foi responsável por uma proposição polêmica, de redução do salário dos vereadores. Antes de entrar você já propõe cortar na carne. Acha que isso moraliza o oficio legislativo?
Gladevon - Verdade, uma proposta polêmica. Penso que quem quer o bem não se importa com o preço. Eu quero o bem de nossa cidade. Infelizmente o cargo de vereador em João Monlevade parece que virou “bico”, nenhum dos atuais vereadores ocupam o cargo em tempo integral. Todos têm outras atividades paralelas, portanto, nada mais justo do que receber somente pelo tempo trabalhado na Câmara Municipal. Vi que outros candidatos lançaram propostas como doar parte dos salários para entidades, porém, doação é ato voluntário e pode sessar a qualquer momento, já a redução salarial é algo “perene” e a economia gerada para os cofres públicos é muito maior, pois com a redução salarial as despesas análogas ao salário também serão reduzidas.
BOM DIA - Se você for eleito, o que João Monlevade pode esperar de você?
Gladevon - Podem ter a certeza que serei um vereador atuante, irei fiscalizar, propor projetos que melhore a vida de nossos cidadãos e cidadãs, apresentar preposições sérias. Trabalharei em prol daquilo que acredito, cultura, educação, lazer, saúde. Não farei do cargo um balcão de favores, lutarei para que todos indistintamente tenham serviços públicos de qualidade.
BOM DIA - Deixe seus contatos para quem quiser conhecer suas propostas ou interagir com você...
Gladevon - https://www.facebook.com/glaevon.costa É glaevon,costa mesmo.kkk

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus