Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

03/07/2020 06h57

Entrevista: novo assessor de Comunicação responde questionamentos sobre o governo Simone Moreira

Entrevista: novo assessor de Comunicação responde questionamentos sobre o governo Simone Moreira

Compartilhe
O BOM DIA entrevistou o novo assessor de comunicação da prefeitura de João Monlevade, Thiago Moreira. Thiago é um dos comunicadores mais multitarefas da região e acaba de assumir com a dura missão de melhorar a percepção pública sobre a atual administração. Mas vamos à entrevista.
 
BOM DIA - Você tem experiência como radialista, jornalista, empresário, dono de jornal e revista, mestre cervejeiro, promotor de eventos, profissional do marketing, youtuber, agora assessor de imprensa da prefeitura. Sua tarefa a frente da assessoria não será fácil. Você terá a missão de tentar reverter uma impressão aparentemente negativa e isso vai depender muito da cooperação dos administradores. Acha que terá apoio para levar adiante uma agenda positiva capaz de gerar uma melhoria na imagem da administração?
THIAGO - Encontrei uma Prefeita sorridente, pra cima, entusiasmada e vencedora. O mesmo na equipe. Isso me basta. A agenda positiva virá de um trabalho responsável apesar das dificuldades que foram superadas no passado e da Covid-19. Simone é a primeira mulher a sentar numa cadeira que só foi ocupada por homens no passado. Alguns foram muito bem, outros o momento ou parte dos apoios que tiveram os atrapalharam. O que ficou claro para mim rapidamente é que ela sabe liderar equipe, sabe conduzir uma reunião com rapidez e deixar claro o que deseja. Tem responsabilidade. Não gosta de coisas erradas. Passou por uma chuva no primeiro ano de mandato que destruiu a cidade, tomou um calote do governo Pimentel milionário, cerca de R$ 30 milhões, imagine o que é isso.  O hospital também tomou um calote do governo de R$ 6 milhões, isso atrapalha a Prefeitura de forma indireta. Agora enfrenta uma pandemia, não é pra qualquer um. Tem gente que já teria pedido para sair. 
 
BOM DIA -  Você aceitou o cargo de assessor pensando no dinheiro?
THIAGO - As pessoas que pensam assim não vão longe. Remuneração é uma coisa, capital é outra, reinvestir bem é outra, saber o que é importante mais forte ainda. Na hora que recebi o convite sabia o que perderia, cinco campanhas para o marketing de prefeitos na região que já estavam em negociação avançada com valores muito altos. Assessoria de vereadores da cidade e da região. Consultoria para um pré-candidato. O que falou mais alto foi o desafio. O gostar da cidade e a possibilidade de fazer algo importante, novo. Atendo hoje 30 marcas, pessoas e empresas fixas mensais, seja no TendaNews, seja na Comunique, ou com consultoria. Salário é algo que a gente conquista com muita dedicação.
 
BOM DIA -  Você como jornalista nos últimos tempos, tem tido uma postura crítica com relação ao governo municipal. O jornalista de verdade é “pedra”. Agora você está virando “vidraça”. Mantém as críticas? Vai tentar sugerir correções de rumos? Acha que será ouvido dentro do governo?
THIAGO - Nos últimos tempos tenho uma postura equilibrada sobre o governo. Fato é uma coisa, opinião é outra. Já elogiei, já cobrei. Isso é normal. Vidraça eu sempre fui, dentro ou fora do governo. Isso mostra que a prefeita não chama para sua equipe aquilo que se chamam de “puxa saco”. Isso é inteligência política. Está buscando renovação, gente técnica, equilíbrio entre experiência e tecnologia, novidades na comunicação. Porém, existe o Thiago assessor de Comunicação do município de João Monlevade, servidor público e sua equipe. Existe a razão social Comunique, pessoa jurídica que está formando uma nova equipe, com um funcionário novo e três terceirizados, mais os colabores colunistas. Sobre ser ouvido dentro do governo, sim. Bastante. Sou o comunicador do governo junto com uma equipe. Na verdade, seremos ouvidos para tornar os atos públicos, públicos. Dentro da legislação. 
 
BOM DIA - A prefeitura agora vai entrar num ritmo alucinante de obras. Você vai ter de se desdobrar pra cobrir tudo. Você conta com uma equipe qualificada na assessoria de comunicação? Vai convocar soldados para a guerra?
THIAGO: Não será a primeira vez que lidero uma equipe. Aprendo rápido o que a pessoa tem de mais potencial. E peço que ela sempre foque naquele potencial. Para mim trabalhar para sua cidade é servir. Não considero uma guerra. Confio na equipe e vamos extrair o melhor de cada um. Às vezes o que falta é realocar, conversar. Isso será feito. Sobre o ritmo alucinante de obras, pode ter certeza. O Governo Simone está colhendo o que plantou com todas as dificuldades. Vai deixar muita gente boquiaberta. Quem contrata é o RH. Pode ser ou não que peça alguma novidade, mas farei o máximo para evitar, vivemos um momento de contenção.  
 
BOM DIA -  Qual o limite entre a política e o jornalismo institucional? Dá pra separar ou acabam se misturando?
THIAGO - A Prefeita foi clara. Will Jonny, ex-assessor de Comunicação passou por um momento delicado de saúde. Precisou ir para o Governo onde trabalhará parte de home office. Apesar que ele não aguenta ficar dentro de casa. Teremos que pegar no pé dele. Ela precisava de um perfil técnico, me chamou.
 
BOM DIA -  O que você pretende implementar emergencialmente na Assessoria de Comunicação?
THIAGO - Vocês poderão acompanhar. Relacionamento. Uma presença maior nos veículos de massa. Uma presença maior em multimídia na internet.
 
BOM DIA - Como pretende direcionar as verbas publicitárias? Ainda acredita nas rádios como mídias preferenciais? E os impressos? Pretende editar jornais institucionais? Ou vai focar na internet, por acreditar que tá todo mundo on-line 24 horas conectado por seus smartphones?
THIAGO - As verbas publicitárias são utilizadas para campanhas institucionais dentro de um briefing que foi criado antes de eu entrar. A agência que vencer a licitação decidirá. Vejo a internet como algo essencial hoje, assim como rádio e impresso. Cada um tem seu papel e seu público. É uma soma. 
 
BOM DIA - Como vai fazer com seus negócios? O DIA, TENDA VIP, PARIS 83? Vai ter parceiros te ajudando a gerenciar?
THIAGO - Estava me preparando para campanhas de rádio em cinco cidades. Terei de manter o foco na administração do nosso município. Contratei pessoas e, dentro dos meus horários, vou coordenar algumas coisas. Muito antes do convite já havia decidido passar O DIA para meu pai e criar a revista Faces, que é um diferencial novo. Ele vive de eventos voltados a cavalo. Sofre muito com a crise. Dei para ele um ano de gráfica gratuita para incentivar. O conteúdo é com ele. Passei marca, blog, alguns parceiros comerciais. Paris 83 está parada há meses. Negociando com sócios investidores. Aguardando alguns orçamentos. Voltará, com menos Thiago e mais pessoas. TendaNews / faces continua, com novos funcionários e colaboradores, terceirizados e eu. É uma razão social. Razões sociais são mais importantes que pessoas. Têm um dever público, mesmo sendo no setor privado.
 
BOM DIA - Você sempre teve afinidade com o grupo MoreiraMauri. Podemos dizer que está de volta ao “ninho”?
THIAGO - Sempre tive bom relacionamento com este grupo em especial por reconhecer o que fez. Monlevade é pólo regional. Atrai franquias, grandes varejistas, porque tem uma base sólida. Hoje é uma cidade universitária, tem CTI, um comércio que passa um momento difícil por causa da Covid, mas que sofre menos que outras cidades porque foi feito um trabalho político e social. As empresas se envolveram. Mostramos solidariedade. 
 
BOM DIA - Você teve episódios há pouco tempo, aquela postagem dos caminhoneiros e uma dormida num boteco que viralizaram.  Mas você parece não ter se abalado nem um pouco. Deu pra aprender alguma coisa?
THIAGO - Errar muitos vão errar. Pedir desculpas e reconhecer, são poucos. Tem gente que continua achando que está certo. Eu não estava. Em nenhuma das duas situações, na minha opinião. O que aprendemos e o que fazemos com o erro é o que importa. Eu resolvi me desenvolver como pessoa. Cada vez vou acertar mais, ser mais consciente do peso das minhas palavras. As pessoas me seguem. São 125 mil impressões só no Instaram por semana, mais o Facebook, mais o whats, mais a revista, mais o site. Hoje tenho família. Quando aconteceu o episódio minha esposa estava grávida. Minha filha sentiu aquele momento dentro da barriga da mãe. Hoje ela é uma menina linda de 1,7 meses. Ontem, antes de sair de casa, algo que nunca aconteceu. Ela me abraçava e chorava compulsivamente. Sentiu a maldade que a rede social tentou jogar para cima de mim. Dizer que eu e minha família somos imunes a isso é bobagem. Só psicopatas não ligam para isso. Porém, me desenvolvi e tento entender o motivo da pessoa estar fazendo aquilo. Cada um tem seus interesses. Eu tento me colocar no lugar dela. Tanto é que eu poderia ser o maior vencedor de causas na justiça da cidade. Estaria rico. Perdoo e sigo em frente. 
 
BOM DIA - Faltou uma pergunta importante...você havia postado sobre obras que vinha por aí...inclusive aquela do “Calçadão de Copacabana” que deu o que falar, que falava de obras de revitalização do Centro e outras que viriam por aí. Percebemos que depois você apagou a publicação. Qual a razão? Achou que errou na dose? Que exagerou um pouco?
THIAGO - Este assunto é interessante. Parece que as pessoas andam procurando as coisas na minha rede social. Será por que? Bem, ali foi um furo. Só que achei a imagem tosca. Mandei fazer em 3D. Agora como assessor sei que a CDL e a Acimon serão apresentadas ao projeto. Acho uma obra excelente para alavancar o comércio e espero, por gostar da cidade, que tenha apoio e que a Prefeitura execute. As luzes serão trocadas, para led, mais clarinho, mais bonito. As calçadas serão padronizadas, ficará muito bonito.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus