Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

26/06/2020 08h37

Cidade "fantasma"?

Abandono de obras, projetos e espaços deixam monlevadenses órfãos e saudosos

Compartilhe
João Monlevade - “Cidade fantasma” do Médio Piracicaba? Infelizmente, João Monlevade tem se destacado nos últimos anos em virtude de um dado triste: o abandono de obras, projetos, imóveis públicos e importantes espaços. A cidade acumula diversos casos de abandono e chega a receber o triste apelido de “cidade fantasma” nas redes sociais.
Além das saudades que os monlevadenses nutrem por espaços que fizeram parte de sua história e marcaram época, sejam públicos ou particulares, são muitas as obras abandonadas, os projetos que não saíram do papel e os imóveis em estado de abandono. Só para refrescar a memória e citar alguns, podemos lembrar a antiga Praça do Mercado e do Cinema, no famoso Morro do Geo, nas proximidades da Usina - da então Companhia Siderúrgica Belgo Mineira, hoje ArcelorMittal Monlevade, no Centro Industrial, o Cine São Geraldo, na avenida Getúlio Vargas, em Carneirinhos, a Escola Estadual Santana e muitos outros pontos. Isso, sem citar os espaços que são utilizados, porém, de forma precária, há décadas, como a Incubadora de Empresas, no bairro Belmonte e o Distrito Industrial, na BR-381, entre os municípios de João Monlevade e Rio Piracicaba.
Na área esportiva, as saudades também são fortes, com o fim do estádio do Jacuí, situado no bairro do mesmo nome e dos clubes Grêmio (Centro Industrial), Recreativo (Vila Tanque), Industrial e Olímpico (ambos no Santa Cruz) e ACM, no bairro Alvorada.
 
Canil e “Memorial”
 
Já os projetos e obras abandonadas fazem parte de um triste cenário atual. Temos como exemplos o Canil Municipal, no Parque do Areão, no bairro Satélite, anunciado pela atual administração municipal e cujo imóvel foi construído inicialmente por outra administração para abrigar um centro cultural denominado “Memorial do Aço”. Pouco foi feito no local, que foi abandonado em meio ao matagal.
Para o aposentado Vicente Gomes da Silva, morador do bairro de Lourdes, é triste saber que muitos lugares que fizeram parte de sua juventude não existam mais e fiquem apenas nas lembranças. “Frequentei vários desses lugares que citou. Campos do Jacuí, Recreativo, Olímpico, Industrial e até mesmo a praça do mercado e o Cine São Geraldo. Tudo fez parte da minha infância e juventude. Acho que são espaços que poderiam estar ativos, servindo muito bem para os jovens e os tirando das ruas e das coisas erradas. Muitas coisas ainda poderiam estar aí e outras que ficaram só na promessa também”, afirma.
 
Retomada
 
Mas nem tudo são saudades ou lamentos pelo abandono de importantes projetos. Utilizando suas redes sociais dias atrás, o vereador Belmar Diniz (PT) citou a retomada das obras de construção de uma creche no bairro José de Alencar, que estavam paradas há tempos. De acordo com o parlamentar, que esteve no local dias atrás, os serviços foram retomados e as obras estão em andamento. “Enfim, uma boa notícia. No final do ano passado manifestei minha preocupação e cobrei o posicionamento do Executivo quanto à construção da creche do José de Alencar. Felizmente, essa semana estive no local e pude constatar a retomada das obras, que é de grande importância para a cidade”, destacou Belmar.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus