Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

27/03/2020 09h08

Monlevadense se destaca em trabalhos como modelo Plus Size

Monlevadense se destaca em trabalhos como modelo Plus Size

Compartilhe
O CENÁRIOS de HOJE conversa com FRANCIA SOUZA. Para que não conhece, FRAN tem feito diversos trabalhos como modelo e vem quebrando paradigmas, pois tem as medidas fora dos padrões impostos pela mídia e pela moda, mas tem feito muito sucesso e elevado a auto-estima da mulherada. Mas vamos à entrevista.
CENÁRIOS - Como foi que despertou em você essa ideia de ser modelo, mesmo fora dos padrões da moda?
Francia - Minha história foi meio inusitada. Aconteceu tudo muito rápido no final do ano passado. Vou revelar meu segredo: eu brinco que foi graças ao pé na bunda que virei modelo Plus Size (rs). Estava triste com o fim de um relacionamento e resolvi fazer algumas fotos para levantar a auto-estima e postei no Instagram. A  partir desta exposição algumas agências acharam que tinha jeito e começaram a surgir alguns convites e propostas.
CENÁRIOS - Como tem sido o resultado desse trabalho que você vem realizando?  
Francia - É gratificante, pois estou quebrando preconceitos e mostrando que a moda tem que ser para todos os tamanhos. Fico emocionada quando as mulheres mandam para mim mensagens falando que evitavam usar determinado tipo de roupa, mas, depois que viram minhas fotos, estão se libertando dos tabus que tinham com o próprio corpo. Meu objetivo é mostrar que somos lindas de todas as formas e tamanhos, que não é a mulher que tem de caber na roupa, a roupa é que tem que ser feita para todos os tamanhos.
CENÁRIOS - O que você acha dessa padronização da beleza magra, como ideal. As pessoas estão sacrificando a saúde em nome de uma beleza idealizada? 
Francia - A mídia, o mercado de uma certa forma impõe a padronização da beleza magra como meta a ser atingida e consequentemente as pessoas cada vez mais investem em métodos milagrosos de emagrecimento. Quanto mais inatingível o padrão, mais investimento as pessoas fazem para tentar atingi-lo. Em busca deste padrão, fazemos dietas mirabolantes, altos investimentos, sacrificando a saúde. E consequentemente, ocorre o desencadeamento de transtornos como depressão, bulimia. Constantemente recebo mensagem de várias mulheres perguntando como fazer para trabalhar a auto-estima, pois elas não se aceitavam. Converso com elas e mostro que elas não tem se comparar a ninguém, já são lindas da sua forma.
CENÁRIOS - O que você diria para as mulheres que tem as medidas fora desses padrões impostos pela moda e pela mídia? 
Francia - Acredite não tem nada errado com você.  Mulheres amem-se mais, valorizem-se, PAREM DE SE COLOCAR MIL DEFEITOS.  Meu quadril enorme sempre foi grande problema para mim, meu cabelo cacheado eu odiava. Hoje tudo que julgava “feio” no meu corpo está abrindo caminho para o mundo da moda.  Não se comparem com pessoas que não tem seu biotipo. Cada pessoa tem uma característica. Sigam no Instagram mulheres que tenham o mesmo perfil que o seu. Hoje sigo várias modelos Plus Sizes. Isto para mim foi libertador, ver mulheres com corpos parecidos com o meu vestindo tudo que queriam vestir e não tinham coragem.
CENÁRIOS - Você acha que os homens preferem as mulheres magérrimas ou preferem fofura?
Francia - Isto é muito relativo! Eu nunca tive problema para arrumar namorado.
CENÁRIOS - Dá pra viver só com o que ganha como modelo ou você tem uma profissão paralela?
Francia - Sou funcionária Pública, trabalho na área administrativa da UEMG. A carreira de modelo ainda está no início e levo mais como um hobby, mas nos últimos meses tem ficado pouco mais sério. 
CENÁRIOS - Acha que existe perspectiva desses padrões de beleza mudarem ou vai continuar desse jeito, de hiper valorização da magreza?  
Francia - Sim, está mudando aos poucos, ainda tem muito para evoluir. Sempre fui gordinha.  Na minha adolescência não existia modelo Plus Size, mas nas últimas décadas houve crescimento deste mercado. Nunca imaginei que no auge dos 39 anos seria modelo.  
CENÁRIOS - Você é sedentária ou pratica algum esporte? Não fica tentada a perder peso e se enquadrar?
Francia - Faço funcional, musculação. Já tentei me enquadrar, já fiz loucuras, compliquei minha saúde com tanta dieta maluca. Hoje levo de uma forma mais branda, com alimentação mais saudável. Meu foco é a saúde, estou em paz com a imagem no espelho.Quero deixar bem claro que não vejo problema nenhum da pessoa fazer reeducação alimentar, acompanhada de profissionais para cuidar da saúde. O que não pode é isto se tornar uma obsessão que ataca a auto-estima. 
CENÁRIOS - Você tem sido frequentemente convidada para desfilar e fotografar em Monlevade. Como tem sido o retorno desse trabalho? 
Francia - Maravilhoso ver as lojas de João Monlevade investindo na moda Plus Size. Sinto-me realizada de receber constantes relatos de algumas mulheres que não usavam determinado tipo de roupa e que agora se sentem livres para usar qualquer tipo de roupa após verem as fotos.  Fico feliz de estar empoderando tantas mulheres, e principalmente quebrando tantos tabus.
CENÁRIOS - Você tem vontade de expandir horizontes? Trabalhar em BH ou outros centros? 
Francia - Tudo está acontecendo muito rápido, no momento estou em negociação com uma agência em Belo Horizonte.
CENÁRIOS - Deixe seus contatos para quem quiser conhecer seu trabalho ou contratá-la como modelo.
Francia-@franciacrepalde

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus