Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

21/02/2020 08h13

"Ou sou prefeito ou sou candidato"

Prefeito de Rio Piracicaba diz optar por estar prefeito e que candidatura é algo para se pensar daqui alguns meses ainda.

Compartilhe
Rio Piracicaba - Após mais de seis meses à frente do executivo piracicabense, em entrevista concedida ao Bom Dia e Tribuna, o prefeito de Rio Piracicaba, Sebastião Torres Bueno, o Tatá de Caxambu, falou sobre as inúmeras especulações em torno de seu nome referente às eleições municipais 2020.
Tatá, que tem tido considerável aprovação popular diante seu curto prazo de gestão, até o momento evitou falar sobre as eleições de outubro e disse não saber se será ou não candidato.
Durante a entrevista o político foi categórico ao afirmar que não dá pra conciliar as duas coisas: “Ou sou prefeito ou sou candidato, não vejo como conciliar isso, já que estar prefeito e querer fazer o melhor, demanda muita atenção e dedicação”, disse.
Tatá explicou que se pensar e assumir uma candidatura antecipada, automaticamente se começa a trabalhar pensando na eleição e isso acaba sendo conflitante com as tarefas que o cargo impõe: “Tudo tem sua hora e no momento é hora de administrar, temos inúmeros projetos em andamento, de grande porte que merece e precisa de todo comprometimento por minha parte, temos um calendário eleitoral que é preciso ser respeitado e temos as convenções dos partidos quando serão definidos os candidatos, portanto temos inclusive o tempo para as pré-candidaturas – e agora não é esse tempo – pelo menos pra mim não”, relatou.
Sobre as especulações o prefeito preferiu não comentar, alegando que isso sempre aconteceu e continuará acontecendo – “é parte da nossa cultura”, lembrou.
 
Carnaval
 
Na oportunidade o prefeito foi questionado sobre a não realização do carnaval esse ano - uma decisão tomada que acabou se transformando em uma polêmica, principalmente com os comerciantes da cidade.
Tatá disse que sabia que iria agradar uns e desagradar outros – mas foi uma decisão pessoal tomada diante as circunstâncias em que se encontrava a cidade no fim de janeiro e início de fevereiro: “Às vezes as pessoas ficam apenas aqui na área central da cidade e não sabe o que está acontecendo no entorno – além dos vários problemas causados devido as chuvas e a enchente, temos inúmeras situações que merece atenção total e empenho para solucioná-los e vi que não seria um momento para se empenhar com o carnaval”.
O prefeito lembrou que particularmente é atento às questões culturais lembrando que a população merece eventos de qualidade – citando que em pouco tempo a prefeitura promoveu um festival gastronômico, o Jequi Fest e ainda investiu no réveillon: “Vamos, no momento certo, continuar promovendo, incentivando e apoiando a cultura e o lazer na cidade”, garantiu.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus