Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

14/11/2019 10h28

Cenários: Eu não sou cachorro não...

Cenários: Eu não sou cachorro não...

Compartilhe
Lembrei dessa música do imortal Valdick Soriano: “Eu não sou cachorro não, para ser tão humilhado”.  Essa frase diz tudo sobre a maneira com que os animais são tratados por boa parte da sociedade humana, com desprezo e crueldade.
Há alguns anos, escrevi uma música que dizia o seguinte: “Cachorro da cidade foge do carinho. Pois carinho na cidade é prenúncio de porrada”. Eu tinha visto dois rapazes chamando dois cachorros de rua que se aproximaram carentes de amor e atenção. Quando chegaram perto, os dois deram chutes nos dois e ainda jogaram pedras pra machucar. Por pura diversão.
E tem gente que faz pior. Tem os casos de abandonos de animais, de desovas em locais ermos, de pessoas que praticam o envenenamento como solução “prática”, que realmente não dão a mínima. Será essa a natureza humana?
Ai é que tá! Tem o outro lado da moeda. Existem associações de verdadeiros anjos em forma de gente, que se sensibilizam e doam seu tempo e corações para a causa dos animais maltratados ou abandonados. Como exemplo cito a Cãopanhia do Bem de João Monlevade e os Anjos sem Asa de Alvinópolis. São associações formadas por pessoas sensíveis que não medem esforços para lutar pelos animais abandonados, que não suportam ver um cão sendo maltratado, que fazem promoções, movem céus e terra para dar conta de cuidar dos melhores amigos excluídos, rejeitados pela sociedade.
E tem outras instancias importantes, tem os órgãos municipais de zoonose e confinamento, tem o Deputado Noraldino, talvez o único que tenha como bandeira a causa animal, tem as próprias clínicas, comércios e profissionais envolvidos com a saúde animal. Uma rede de boa vontade que faz a diferença.
Além do mais, muita gente já entendeu que os animais são nossos companheiros de viagem. Não há por que não conviver bem com os outros seres vivos. No meu caso, travei meu primeiro contato com a civilização canina quando minha filha cismou que queria um cachorro. Até então eu tinha um medo danado. Ai tivemos Zorro, Belinha, Look e Sanção e Melina. Muita amizade e respeito mútuo. Desde então, não só respeito como cumprimento a maioria dos cachorros que encontro, faço amizade, respeito a psicologia de cada um e a convivência é ótima.
Gostaria de ser mais amigo dos gatos, mas eles são mais arredios comigo. Um gato já morou comigo um tempo, apareceu, passou uma temporada e sumiu no mundo. Era um Siamês cinza com os zoião azuis. O Simões, que tocava comigo no República deu o nome de Zé Eduardo e assim ficou. Acho que os gatos são menos emotivos e não são tão maltratados. São também né? Alguns seres humanos desprezam e maltratam até os semelhantes, quanto mais os bichos.
Mas podemos ficar do lado bom da força, trabalharmos para aumentar a consciência. Se tantos preferem a violência, podemos difundir o amor. Foi com esse espírito que criamos o CONCURSO FOTOGRÁFICO “MEU PET & EU”, que vai ser lançado nos próximos dias.
Quem é que não tem um cachorro, um gato, uma tartagura, uma calopsita, iguana, galinha, morcego de estimação? As pessoas deverão tirar fotos dos seus pets e enviar pro email do concurso. As fotos serão divulgadas na internet e votadas pelo júri técnico.
Imaginem que festival de fotos incríveis. Vai ter prêmios para adotados e para adoção e também animais de rua, selvagens, abandonados ou não. Só pedimos um pouco de paciência, pois precisamos fechar algumas parcerias para lançarmos o edital e divulgarmos.  
 
37º FESTIVAL DA CANÇÃO
EM ALVINÓPOLIS
 
Promovido pela Prefeitura de Alvinópolis, acontece nessa quinta, sexta e sábado (14,15 e 16) a 37ª edição do tradicional Festival da Canção de Alvinópolis. Serão apresentadas 20 músicas inscritas de diversas partes do país. Entre elas a canção CANÁRIO CANTA, de Dan e Duca, de João Monlevade. O Bonapart também fará show, juntamente com os alvinopolenses do Fator Alma. Só não entendemos por que divulgaram tão pouco. Mas o importante é que essa importante vitrine autoral está preservada.
 
PESQUISA DATAFACES
 
Providencial a campanha lançada pelo pessoal da 7 FACES. Num cenário dominado pelo discurso político, quase só se publica críticas a cidade e parece que tá tudo um lixo, que nem temos uma cidade que tem coisas boas que merecem ser exaltadas. Pois o 7 aces resolveu andar na contramão. As pessoas são convocadas a indicar as coisas que gosta ou admira na cidade. É um chamado ao amor, ao sentimento de pertencimento e gratidão pelo  que a cidade proporciona a todos. 
 
DECLARAÇÕES DE AMOR À CIDADE
 
O CONCURSO FOTOGRÁFICO PENSANDO MONLEVADE realizado há dois anos também teve esse objetivo, solicitava as pessoas a fotografar a Monlevade do coração. O resultado: fotografias lindíssimas.
 
FESTIVAL MARMOTAS
 
Dessa vez vai acontecer dos dias 27 a 30 de novembro. A programação deve ser divulgada nos próximos dias. Carla Lisboa e cia gostam de trabalhar com autorais de ótimo nível e oferecem valiosas vitrines para os novos artistas. Merecem todo apoio e consideração. E viva o FESTIVAL MARMOTAS que já vai para sua 7ª edição.
 

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus