Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

25/10/2019 08h33

Coluna Candeeiro: "Monlevade merece mais"

Coluna Candeeiro: "Monlevade merece mais"

Compartilhe
João Monlevade merece mais que ter ex-político corrupto condenado pela justiça comandando a cidade como um coronel às avessas, fazendo suas próprias leis e ferindo as demais. Monlevade merece mais que ter no poder municipal um grupo político que “consumiu” R$22 milhões na implantação de um hospital que simplesmente não existe, no que se consumou no maior rombo da história da cidade. Monlevade merece mais.
 
Monlevade merece mais que ter seus jornalistas de verdade sendo perseguidos pelo poder político estabelecido, enquanto os demais, de araque, vendilhões das próprias almas e consciência, têm sua dignidade (?) e valorosa liberdade de expressão esmagadas pelos seus atuais “chefes do poder”, compradores de silêncio. Nossa cidade merece mais que ter a parte podre de sua representação política calando os porta-vozes da verdade e do que interessa, de fato, à população. Monlevade merece mais que uma censura extemporânea e uma ditadura financeira velada. 
 
Monlevade merece mais que ter conselhos municipais importantes, como os de Saúde e de Transportes, servindo apenas de capachos da administração municipal e de concessionárias de transporte público, seus patrões, sem a função primordial de fiscalizar os serviços prestados em prol da população. Monlevade merece mais.
 
Nossa querida João Monlevade merece mais que uma Câmara Municipal com tão pouca representatividade, onde apenas 30% dos parlamentares cumprem seu verdadeiro papel de vereador, fiscalizando as ações do poder público, propondo e votando importantes projetos para o desenvolvimento da cidade. Pelo contrário, a maioria lá está para atender interesses de quem detém o poder e os seus próprios e sequer sabe o que vota. A forma com que muitos se elegem já mostra que serão detentores de mandatos nulos e donos de cadeiras vazias. Monlevade merece mais.
 
E não adianta, continuo achando que Monlevade merece mais e não vou me render aos conselhos velhacos do marketing duvidoso e da construção de imagem falsa, continuarei sendo eu mesmo e fazendo aquilo que é a minha missão: falar a verdade, doa a quem doer. Até porque não sei fazer diferente e tampouco tenho aptidão a me render aos oportunismos ou me submeter por interesses. 
 
O que sei é que a luz do meu velho Candeeiro mostra uma Monlevade que merece mais. Que quer mais. E que pode mais.
 
Luiz Ernesto

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus