Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

04/09/2019 07h41

Reforma da Igreja do Rosário em Catas Altas deve durar três meses

Reforma da Igreja do Rosário em Catas Altas deve durar três meses

Compartilhe

As obras de reforma e pintura da igreja do Rosário em Catas Altas já estão acontecendo. Os trabalhos vão durar cerca de três meses.

A intervenção, que faz parte do projeto de recuperação do patrimônio religioso e cultural do município, está orçada em R$ 44.270,63.

Entre as ações previstas estão: limpeza e conservação do sino; limpeza e restauração dos ornatos de cantaria; limpeza e preparação de todo o piso; substituição de telhas; pinturas em madeira e caiação em paredes internas e externas; reforma e restauração de cimalhas e esquadrias de madeira; e reconstituição do sistema de adobe e pau a pique.

Igreja do Rosário -Localizada na rua do Rosário, sua construção data dos fins do século XVIII, possivelmente, no ano de 1862. Possui em seu interior um altar-mor com talha em estilo D. João V e teto pintado em tons de vermelho e marrom bem escuro. O forro da Capela Mor é da segunda fase do Barroco – um forro de abóbada de berço, sustentado por madeirame.

Restauração de igrejas- além da igreja do Rosário, a Prefeitura também está revitalizando a igreja Matriz e a capela do Bonfim. Juntas, as três intervenções custarão R$ 298.557,52.

Os projetos foram aprovados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para a Matriz e pelo o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha) para a igreja do Rosário e capela do Bonfim.

Projeto Preserve– Com investimento de pouco mais de R$ 670 mil, a Prefeitura tem realizado diversas intervenções dentro do projeto Preserve. Além das reformas nos três templos religiosos, o programa ainda contempla a restauração de objetos sacros.

A primeira etapa do projeto foi a restauração de 12 peças tombadas do século XVIII da capela de Santa Quitéria. As obras custaram R$ 208 mil e duraram quase um ano. Os objetos foram devolvidos para o local de origem em maio, durante a festa em homenagem à santa.

Entre as peças estão cinco imaginárias (imagens de Santa Quitéria, Nossa Senhora do Carmo, São Luis Gonzaga, São Francisco Bórgia e Crucifixo), seis objetos de iluminação (castiçais) e um material de ritual (pia de água benta).

Também já estão sendo restauradas peças sacras da capela do Bonfim. As obras vão custar R$ 164.032,11 mil e devem ser concluídas ainda neste ano.

Nesta etapa, foram contempladas peçastombadas e dos séculos XVIII e XIX. Entre elas: móvel de guarda (cômoda), móvel de apoio (mesa), imaginárias (Jesus Crucificado e Nossa Senhora da Apresentação), adereço de imaginária (coroa), objetos de iluminação (castiçais) e fragmentos de retábulos.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus