Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

09/08/2019 09h13

Vereadores voltam do recesso e projetos polêmicos entram em discussões

Vereadores voltam do recesso e projetos polêmicos entram em discussões

Compartilhe
João Monlevade - A Câmara Municipal de João Monlevade voltou a realizar suas reuniões ordinárias nesta quarta-feira, 7, dando fim ao recesso parlamentar do mês de julho. A expectativa é de que importantes projetos sejam apreciados e colocados em votação na Casa Legislativa nesse segundo semestre.
Entre os relevantes e polêmicos projetos que irão tramitar na Câmara, estão os que estabelece a Taxa Mínima de Água, de autoria do Executivo, que faz parte do plano de governo da prefeita Simone Carvalho (PSDB) e tem gerado polêmicas e debates entre os parlamentares, que se dividem entre contrários e favoráveis à medida, o Projeto de Lei que autoriza o município a efetivar um empréstimo junto ao Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) no valor de R$3 milhões para obras de infraestrutura urbana, como asfaltamentos e o projeto que disponibiliza uma rua da região central para que os vendedores ambulantes da cidade comercializem seus produtos.
Duas reuniões extraordinárias haviam sido agendadas para a manhã da última terça-feira, 6, e para a tarde de quarta-feira, para colocar em votação o projeto do empréstimo junto ao BDMG, porém, os encontros foram cancelados.
Outra iniciativa que deverá tramitar no Legislativo e está sob análise de comissões e dos parlamentares é a que implanta em João Monlevade a Guarda Municipal, que também é de autoria da Prefeitura e faz parte do plano de governo da chefe do Executivo. De acordo com a proposta, seriam criadas doze vagas de agentes da Guarda Municipal, além de um chefe e um coordenador da equipe.
A Lei de Diretrizes Orçamentárias também será pauta de debates e votação na Câmara monlevadense nesse semestre.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus