Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

19/10/2018 09h09

Vereadores cobram diálogo e transparência da Prefeitura em reunião com o Settran

Encontro foi marcado pela insatisfação dos parlamentares com a Administração Municipal

Compartilhe

João Monlevade -Na manhã dessa quarta-feira, 17, os vereadores monlevadenses se reuniram com o chefe do Setor de Trânsito e Transporte (Settran), Brenno Lima e com o secretário municipal de Obras, Damião José Teodoro de Castro. O objetivo do encontro foi esclarecer algumas questões relativas ao trânsito como a obra na rua Joana D’arc, a situação da estrada das Pacas, a interligação entre as avenidas Gentil Bicalho e Wilson Alvarenga e sobre o retorno do ponto de ônibus para a Praça Domingos Silvério. Apenas os vereadores Sinval Dias, Guilherme Nasser (ambos do PSDB) e Lelê do Fraga (PTB) não estiveram presentes devido a compromissos já assumidos.

A reunião foi marcada pela insatisfação dos vereadores com relação à falta de diálogo e proximidade do Executivo com a Câmara. “Nós somos os porta-vozes da população. O Executivo tem que ter uma proximidade com a Câmara independente de sigla partidária e isso não está acontecendo. Nenhuma informação chega até nós e quando o cidadão nos procura não sabemos o que falar. Está faltando um pouco mais de respeito com a Casa. Nós queremos ajudar”, comentou Vanderlei Miranda (PR).

Segundo o vereador Fábio da Prohetel (PP), a população quer resposta das ações que estão sendo tomadas pela Administração. “O cidadão não vai até vocês, secretários. Ele procura diretamente nós, vereadores, seja aqui na Câmara ou até mesmo em nossas casas. Não importa o lugar. O que eles querem é resposta. E, muitas vezes, não temos nenhuma para dar. A situação está ficando cada vez mais difícil. Precisamos de mais atenção da Prefeitura”, declarou.

Para Thiago Titó (PDT), é preciso melhorar a comunicação entre Executivo e Legislativo. “É muito importante que a Prefeitura dê um feedback à Câmara das ações que estão sendo tomadas. A todo momento somos questionados pela população sobre essa ou aquela situação, mas na maioria das vezes não temos resposta. Dessa forma, acabamos sendo responsabilizados por algo que não nos cabe. Não podemos mais continuar trabalhando assim”, afirmou o vereador.

A postura dos demais vereadores presentes à reunião também foi de total descontentamento com relação ao Executivo. Cláudio Cebolinha (PTB), Belmar Diniz, Gentil Bicalho (ambos do PT), Leles Pontes (PRB), Tonhão (PPS), Revetrie da Saúde, Pastor Carlinhos (ambos do MDB) e Toninho Eletricista (PHS) foram taxativos em dizer que a Câmara precisa ser vista com outros olhos pela Prefeitura. “Estamos aqui para trabalhar em prol da população e, por isso, precisamos dar retorno a ela das ações que estão sendo tomadas pela Administração. Mas não é isso o que acontece. Queremos contribuir, somar forças em busca de uma cidade melhor. Mas esta Câmara não é ouvida, não é respeitada. Isso precisa mudar”, ponderou Toninho.

De acordo com o presidente Djalma Bastos (PSD), é preciso aprender a fazer uma gestão diferenciada. “Esse é o papel da Câmara, de realmente demonstrar sua insatisfação com o governo municipal, com aquilo que acreditam não estar correto. As críticas são necessárias para que a relação com o Executivo possa melhorar. A Câmara está de parabéns com a forma que vem trabalhando. E é assim que deve continuar”, destacou Djalma.

Palavra do Settran

Após os vereadores se manifestarem e questionarem sobre a situação de algumas obras, o chefe do Settran, Brenno Lima, fez suas ponderações. Para Brenno, as críticas apresentadas pelos parlamentares foram muito importantes. “A meu ver, esse encontro foi positivo, pois todos vocês puderam fazer suas indagações, críticas e externar a insatisfação da Câmara quanto a diversos aspectos. As demandas são muitas e fazemos o possível para atender a todos, mas infelizmente não conseguimos. Independente disso gostaria de dizer a vocês que estamos sempre à disposição e vamos continuar trabalhando para fazer o melhor para a população”, declarou.

Ponto de ônibus da praça Domingos Silvério

Com relação ao ponto de ônibus da praça Domingos Silvério, Brenno informou que o mesmo não vai retornar ao local. Segundo ele, o ponto será instalado próximo ao Cabritinho assim que a licitação para a aquisição de semáforos for concluída. O chefe do Settran explicou que as avenidas Gentil Bicalho e Wilson Alvarenga serão interligadas com o objetivo de melhorar o trânsito no centro da cidade. Breno se propôs a apresentar o projeto do Novo Centro aos vereadores assim que o processo licitatório for concluído.

 

Obra na rua Joana Darc

Quanto à obra na rua Joana Darc, Breno disse que os bloquetes retirados da via estão sendo estocados na Secretaria de Obras e serão reaproveitados em pontos da cidade que não possuem pavimentação. Esses locais serão definidos posteriormente.

Semáforos

Sobre o semáforo no bairro de Lourdes, no entroncamento das ruas Gomes Batista e Teófilo Otoni, questionado pelo vereador Toninho Eletricista, Brenno Lima afirmou que o semáforo não vai retornar ao local. Ele explicou que foi feito um estudo a fim de melhorar a sinalização naquele trecho e que, por isso, outras melhorias serão feitas sem que haja a necessidade de retornar com o semáforo.

Palavra da Secretaria de Obras

Por sua vez, o secretário municipal de Obras, Damião José Teodoro, deu mais explicações sobre a obra na rua Joana Darc. Segundo ele, houve atrasos da empreiteira contratada para fazer o serviço. “Dentro desse atraso tivemos uma semana de chuva e ficamos na berlinda. Muitos de vocês, vereadores, nos cobraram. A gente estava acompanhando a previsão do tempo a fim de evitar maiores transtornos por se tratar de uma área localizada na região central. Dentro da semana de chuvas, tivemos problema com a estrutura de solo por conta dos borrachudos e até hoje estamos tirando borrachudo da cabeceira e embaixo da pista. Houve um problema de fornecimento de viga corrida que é para selar a pista. Então foi um conjunto de fatores que acabou atrasando a obra. Mas a empresa já retomou os trabalhos”, esclareceu.

Na oportunidade, Damião apresentou informações com relação à obra. O serviço foi iniciado em 19 de junho e a previsão de entrega do contrato pela Prefeitura via Caixa é 19 de janeiro de 2019. Já a data de entrega da obra pela Prefeitura via empreiteira seria amanhã, 19 de outubro, mas o secretário afirmou que será necessário solicitar aditivo.

Com o objetivo de concluir a obra na sua totalidade, Brenno e Damião disseram que foi feito um estudo de trafegabilidade junto à Enscon Viação. Dessa forma, a rua Louis Ensch terá acesso apenas sentido bairro de Lourdes; a rua Jardim Paraíso será mão única sentido à praça Onofre Ambrósio; quem estiver descendo a avenida Castelo Branco para acessar o bairro de Lourdes vai entrar pela avenida Rodrigues Alves e quem for acessar a região central deve fazer o retorno na praça e descer pela rua Pedro Bicalho, que terá seu sentido invertido.

Já sobre a estrada das Pacas, Damião explicou que há um processo administrativo contra a Engepav, responsável pela obra, e enquanto o processo não for julgado e a empresa não for punida, a Prefeitura não tem o que fazer. “É preciso que o processo seja concluído para que possamos chamar a segunda colocada na licitação para finalizar a obra”, concluiu.

Fotos: Maria Tereza Bicalho/Acom CMJM

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus