Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

31/08/2018 07h06

ALMG promove conscientização sobre o suicídio

Dentro campanha Setembro Amarelo, estão previstas exibição de filme e iluminação do Palácio da Inconfidência.

Compartilhe

Belo Horizonte -Apesar de o suicídio ser considerado um tabu, especialistas apontam a importância de falar abertamente sobre o tema, contribuindo para desfazer o estigma e combater o problema. Dentro dessa perspectiva, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) participa da campanha nacional Setembro Amarelo, que alerta para a importância da prevenção ao suicídio.

Na programação, está prevista a realização do Cine Debate, com a exibição, aberta ao público, do filme Elena, na próxima terça-feira (4/9/18), às 9 horas, no Teatro da Assembleia. Outra ação é a iluminação do Espaço Democrático José Aparecido, no Palácio da Inconfidência, com a cor amarela, entre a próxima terça e o dia 16 de setembro.

O filme Elena é uma produção nacional, de 2012, dirigido por Petra Costa e produzido pela Busca Vida Filmes. É um documentário premiado em diversos festivais nacionais e internacionais, baseado na vida da atriz Elena Andrade, irmã mais velha de Petra Costa, que cometeu suicídio.

No Cine Debate, está prevista uma abertura feita pela assistente social do Núcleo Psicossocial da Assembleia (NUP), Danielle Teixeira. Após a exibição do filme, acontece um debate com o coordenador do Programa de Psiquiatria da Residência Médica do Ipsemg e secretário adjunto da Associação Mineira de Psiquiatria (AMP), psiquiatra Paulo José Ribeiro Teixeira; a assistente social Danielle Teixeira e com a psicóloga do NUP, Daniela Piroli.

Parceria - A exibição do filme é uma parceria da Assembleia com a Associação Mineira de Psquiatria (AMP) e com o Centro de Valorização da Vida (CVV). O CVV é uma entidade sem fins lucrativos que atua na prevenção do suicídio desde 1962.

Pesquisa indica aumento de casos de suicídio no Brasil

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde, através do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), em 2017, mostram um crescimento do índice de suicídios no Brasil. Em 2011, foram 10.490 mortes: 5,3 a cada 100 mil habitantes. Já em 2015 o número chegou a 11.736: 5,7 a cada 100 mil.

Os dados indicam que, se por um lado as mulheres são as que mais tentam o suicídio (69%), por outro a taxa de mortalidade entre os homens é 3,6% maior. “A primeira vista, os homens são os mais afetados pela morte voluntária, mas não é bem assim. Embora o índice masculino global seja duas vezes maior, as mulheres tentam em maior quantidade”, analisa o psiquiatra Humberto Correa.

Centro de Valorização da Vida

O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

Informações sobre o atendimento pelo número: 188

Na internet www.cvv.org.br

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus