Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

06/04/2018 09h43

Apesar das comemorações terem iniciado em 2017, museu e cemitério permanecem fechados

Bicentenário da chegada de Jean Monlevade à região

Compartilhe

João Monlevade– Enquanto toda comunidade monlevadense se mobiliza desde 2017 em torno das comemorações aos 200 anos da chegada do francês Jean Monlevade à região, os principais patrimônios históricos e a memória que fazem referência a estes fatos se encontram fechados.

O museu, que foi resgatado pela então Belgo Mineira, cujo projeto iniciou em  2006, teve sua visitação suspensa em 2015 e até então permanecia fechado.

Todo o telhado que cobria e protegia as peças originais da Fábrica de Ferro de Monlevade foi retirado há algum tempo e ainda não foi reconstruído pela ArcelorMittal.

Segundo a assessoria da empresa, a reforma do Museu do Ferro e do Aço se encontra andamento: “Para celebrar os 200 anos do Solar da Fazenda Monlevade vamos iniciar um projeto de visitação ao Solar e ao Museu no próximo dia 20”, informaram.

Ainda segundo a empresa, a partir da próxima semana mais informações serão disponibilizadas para a população, mas adiantaram: “Em linhas gerais, promoveremos visitas da comunidade ao Solar e ao Museu, uma sexta-feira a cada mês mediante agendamento prévio, sendo que qualquer pessoa poderá participar”, esclareceram informando se tratar de uma ação que foi incluída no trabalho de reconhecimento ao Bicentenário conduzido pela Câmara Municipal no ano passado.

Cemitério

O cemitério, que após matéria do Bom Dia em novembro de 1998 criticando o total abandono do espaço foi restaurado pela então Belgo Mineira quando o  Gerente Geral da época, Gerson Menezes, assumiu a tarefa de preservar a memória da fundação da cidade. Desde aquela época o espaço recebia manutenção permanente e ainda era aberto à visitação agendada pelo menos uma vez por mês e aberto ao público durante todo o dia de finados.

Questionado sobre a situação do local a empresa respondeu que o Cemitério Histórico possui uma programação específica (Dia de Finados e Visitas Escolares) e a manutenção do espaço atende a esta programação.

Assessoria da ArcelorMittal esclarece

Bom Dia -No caso da reforma do museu ele receberá cobertura novamente?

Neste momento, para a o início das visitas a partir do dia 20/04, a cobertura e as peças de madeira, que são réplicas, não estarão disponíveis ainda. Mas serão refeitas. Neste início de retomada das visitas, apenas as peças de metal estarão disponíveis.

Bom Dia -E a restauração do canal de água de madeira da roda d´água – acontecerá?

A réplica da roda d’água foi retirada e será refeita futuramente.

Bom Dia -No caso do cemitério, então ele recebe manutenção somente quando agendadas visitas?

Não. Temos a manutenção básica de rotina, mas fazemos uma preparação especial em dia de visitas.

Bom Dia -Anteriormente ele era aberto a visitação uma vez por mês – isso foi alterado então. Não é mais aberto a comunidade e ou visitantes – isso somente com agendamento?

Atualmente o cemitério é aberto para a comunidade em geral somente no Dia de Finados. No entanto, atendemos demandas de escolas para visitação a qualquer momento, mediante agendamento. Para se ter uma ideia, somente em novembro e dezembro do ano passado recebemos no cemitério mais de 10 turmas de escolas municipais, estaduais e particulares de Monlevade, por meio de parceria com a Casa de Cultura.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus