Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

28/11/2017 15h15

Delegado de Santa Bárbara entra na lista dos melhores do Brasil

Compartilhe

O delegado de Polícia civil de Santa Bárbara, Domiciano Monteiro, está entre os melhores de chefes da Polícia Civil. A publicação foi feita pelo Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social, que divulgou o hall dos Melhores Delegados de Polícia do Brasil em 2017”, em que são avaliados por centenas de milhares de usuários e colaboradores que visitam o Portal Nacional dos Delegados e suas redes sociais.

A verificação do histórico do delegado é uma forma de valorizar ainda mais seu empenho. A sociedade deseja conhecer os delegados que são dedicados à busca de melhoria da atividade jurídica e funcional, amparo imprescindível para minimizar os danos causados pelo alto índice de criminalidade que atinge o Brasil.

Metodologia aplicada para seleção incidiu em estudos nas mídias sociais, apontamentos de URLs, reputação, repercussão e resultados satisfatórios de serviços, votos coletivos, histórico de atividades positivas, produções funcionais, habilitações e qualificações oriundas de análises curriculares.

Domiciano Monteiro, do Estado de Minas Gerais, desenvolve excelente serviço público em Minas, através de diversas atuações com investigações de repercussão nacional. É Especialista em Ciências Criminais pela Universidade Cândido Mendes. Ex-advogado criminalista e tem formação em Investigação do Crime Organizado ministrado pelo Federal Bureau of Investigation (FBI), além de participar de cursos sobre Combate a Lavagem de Dinheiro (Academia Nacional de Polícia), Investigação de Crimes Cibernéticos (Academia de Polícia Civil de Minas Gerais) e Gestão em Segurança Pública (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

As investigações em que Domiciano gerenciou começaram no início do ano de 2017, quando foi deflagrada a chamada Operação Apollo 13. Na ocasião 9 dos 11 vereadores de Santa Bárbara/MG foram alvos, entre presos e conduzidos coercitivamente. Além do presidente da Câmara Municipal, do ex-presidente e de outros vereadores, foram presos servidores e empresários. Foram ainda realizadas buscas também no próprio prédio do Legislativo e determinados afastamentos de funções de outros vereadores e funcionários. Mais de 100 policiais e o helicóptero da PCMG foram utilizados.

O nome da operação é uma referência à frustrada missão espacial de comparecimento à lua, uma vez que em um dentre as dezenas de contratos investigados, de aluguéis de veículos para a Câmara Municipal, perícia indicou a distância abrangida por ele seria suficiente para o comparecimento à lua, o que, claro, não ocorreu, sendo os valores desse contrato desviados.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus