Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

21/09/2017 23h22

Vereador afirma que prefeita deve ser mais direta quanto a Bombeiros

Compartilhe

Mais uma vez a vinda de uma unidade do Corpo de Bombeiros para João Monlevade foi assunto durante reunião da Câmara de Vereadores da cidade. A questão é debatida há várias administrações e ganhou fôlego nesse ano com encontros realizados com o comando regional dos Bombeiros e os parlamentares.

Diante disso, e da pressão popular, na última reunião do Legislativo, anteontem (20), o vereador Gentil Bicalho (PT) pediu o agendamento de uma reunião com os parlamentares e a prefeita Simone Carvalho (PSDB) para que a Prefeitura dê à Câmara Municipal uma resposta mais concisa sobre a implantação do Corpo de Bombeiros em João Monlevade.

Um documento com o pedido do encontro ganhou a assinatura de 13 dos 15 vereadores. Vanderlei Miranda (PR) e Fábio Lúcio da Silva (Fábio da Prohetel-PP) foram os únicos que não aderiram ao movimento. Os dois alegaram que não acreditam na instalação da unidade dos Bombeiros na cidade e por isso não assinaram o documento.

Gentil Bicalho argumenta que é necessário que a prefeita Simone seja mais direita com a questão e evite respostas evasivas. “Queremos dar uma resposta ao cidadão que questiona se o serviço será implantado em João Monlevade ou ficará no papel”, disse.

O vereador Guilherme Nasser (PSDB) defendeu que ao invés da implantação de uma unidade militar no município, seja instalado em João Monlevade uma unidade de corpo de Bombeiros Municipal. Para defender a sua argumentação, o parlamentar comentou que visitou o primeiro Bombeiro Municipal de Minas Gerais, na cidade de Itabirito. “Acho interessante discutir essa possibilidade. Eles [Bombeiro Municipal] começaram na garagem do Setor de Trânsito e já tem 15 anos de trabalho. A estrutura funciona”, pontuou o vereador.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus