Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

01/09/2017 07h35

Sem água, comunidade do Egito pede ajuda à Câmara

Compartilhe

 A comunidade do bairro Egito, localidade mais afastada do centro comercial de João Monlevade, está há dias sem abastecimento de água. Por conta do transtorno, um grupo de moradores participou na última quarta-feira (30) da reunião ordinária da Câmara e solicitaram providencias para o problema.

Os parlamentares demonstraram consternação para a questão e o vereador Leles Pontes (PRB) comentou que está em fase de licitação processo para construção de dois poços artesianos na comunidade.

Revetrie da Saúde (PMDB) destacou que é inadmissível um trabalho chegar em casa e não ter como se quer tomar um banho. Cláudio Cebolinha e Lelê do Fraga, ambos do PTB, também enfatizaram o apoio à causa e se colocaram à disposição.

O morador do bairro, Geraldo Sebastião Monteiro, que esteve na reunião da Câmara, conversou com a reportagem e atestou que algumas casas ficaram sem abastecimento por 10 dias. “A situação lá está terrível. As nascentes secaram. Além disso, a água que abastece o bairro não é de boa qualidade, pois não tem tratamento”, comentou o morador. Geraldinho disse também que caminhões-pipa foram mandados para abastecer as casas.

Além da questão da água, ele reclamou também da infraestrutura do Egito. “O problema nosso não é só a água. Estamos vivendo de migalhas do serviço público. Quando chegam a realizar alguma coisa no bairro, não concluem”, reclamou.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus