Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

07/04/2017 09h37

Em Santa Bárbara, vereadores do Espirito Santo pedem retorno da Samarco

Compartilhe
Quatro vereadores da cidade de Anchieta (ES) vieram ontem a Santa Bárbara para pedir que Câmara Municipal interceda em favor do retorno da Samarco – que mantém naquele município o porto de Ubu, por onde escoa sua produção.
 
Juntos com ele também veio a líder do movimento Justiça Sim Desemprego Não, Polliane Freitas, de Mariana – cidade onde a Samarco tem suas jazidas. Os vereadores de Anchieta foram recebidos pelo presidente da Câmara santa-barbarense, Juarez Camilo (PSDB), e durante mais de duas horas expuseram a situação difícil vivida por aquele município capixaba e pediram ajuda para que o prefeito Leris Braga (PHS) em liberar a carta de conformidade para a mineradora retomar a produção.
 
“A nossa cidade está sofrendo com esse entrave. Atualmente mais de sete mil pessoas, direta e indiretamente estão desempregados na nossa cidade. E, com isso, o índice de violência e de pessoas passando por dificuldade é cada vez mais alto”, disse o presidente da Câmara Municipal de Anchieta, Tassio Brunoro (PMDB).
 
O vereador Alexandre Assad (PRB) também defendeu o reinício da Samarco e disse que o que é preciso agir com bom senso. “As questões judiciais são a justiça que terá competência para resolver, mas impedir que a empresa volte a gerar riqueza e trabalho para Minas Gerais e Espirito Santo não é uma forma inteligente de agir. Não estou aqui agindo com defensor da empresa, mas como vereador que sabe das dificuldades da população de Anchieta está passando”, afirmou.
 
Também participaram da reunião os vereadores capixabas Cléber da Silva (PPL) e José Brandão (PEN) e de Santa Bárbara, Luciano Pires (PHS), Ermelindo Francisco (PSL), Geraldo Magela Silva (PP), Timóteo de Lourdes (PSB) Wellington do Carmo (PP) e Geraldo Carneiro (DEM).
 
Mobilização - A presidente do Movimento Justiça Sim Desemprego Não também pediu ajuda dos vereadores para a retomada de produção pela Samarco e disse que Marina vive um caos. “Os comércios estão fechando as portas, a setor de saúde não vem atendendo os moradores e o desemprego e assustador, e com isso a violência é cada vez mais crescente. Vi aqui hoje para pedir a ajuda de vocês, porque se a Samarco não voltar, mais demissões vão ocorrer”, alertou. Ela convidou os vereadores de Santa Bárbara e de Anchieta para participarem de uma reunião na próxima segunda-feira, na Câmara de Mariana.
 
Segundo o presidente da Câmara, Juarez Camilo, o prefeito Leris Braga, está apenas resguardando as responsabilidades. “No futuro, quando ouvirmos falar do processo de outorga de água para Samarco ficará claro que tudo foi feito em conformidade com a lei e o cuidado do Executivo no trato com a coisa pública”, argumentou. 
 
O presidente ainda afirmou não acreditar que a recusa de Leris Braga em conceder a carta de conformidade seja para prejudicar a empresa. “É apenas uma demonstração do respeito que ele tem com as questões de interesse público”, disse.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus