Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

27/01/2017 09h10

Revista cria oficina para detentas da Apac

Revista cria oficina para detentas da Apac

Compartilhe

A terceira edição da revista A Estrela está sendo produzida durante esta semana na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) Feminina de Rio Piracicaba (MG). As 25 detentas da APAC local vão participar de aulas de jornalismo e fotografia conduzidas, respectivamente, por Natália Martino e Leo Drumond, idealizadores do Projeto VOZ. Essa é a primeira vez que a revista será produzida por mulheres que cumprem pena.

Durante o curso, as participantes da Apac Feminina de Rio Piracicaba terão aulas teóricas, práticas monitoradas, discussão de pautas e tempo para produção de conteúdo dentro e fora da unidade prisional. A revista será um canal de expressão das condenadas, com funções informativas e artísticas.

O trabalho é parte do Projeto VOZ, que reúne uma série de iniciativas voltadas à discussão de assuntos relacionados ao sistema carcerário.

“Em outros trabalhos do Projeto Voz, tivemos a oportunidade de ir a unidades carcerárias femininas e ficou evidente para nós que a prisão tem impactos diferentes em suas vidas e nas vidas de suas famílias”, destaca Natália Martino.

Segundo ela, em um sistema carcerário feito por homens e para homens, as mulheres costumam passar por privações maiores dentro das unidades e, ainda, sofrem mais com o abandono dos familiares. “Até os crimes pelos quais são condenadas têm características muito diferentes. Por isso é importante produzir essa edição da revista. A Estrela com as mulheres, para que elas falem das suas realidades e nos ajudem, assim, a ter mais um pedaço desse quebra-cabeça enorme que é o sistema carcerário”.

 Apac Feminina de Rio Piracicaba

A Apac Feminina foi fundada em 19 de fevereiro de 2008 e recebe condenadas da Região do Médio Piracicaba e outras cidades e disponibiliza 46 vagas divididas em regimes semiaberto e fechado. O método Apac baseia-se na valorização humana oferecendo aos condenados condições de recuperação, sem perder de vista a finalidade punitiva da pena. Busca também, em uma perspectiva mais ampla, a proteção da sociedade, a promoção da justiça e o socorro das vítimas.

 

 

FOTO

Divulgação / A Estrela

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus