Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

10/01/2017 13h12

Ex candidato sofre atentado a bomba em Rio Piracicaba

Compartilhe

Uma ameaça de bomba movimentou a equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), da Polícia Militar, para detonar duas garrafas pets cheias de explosivos que estavam amarradas em uma viga de uma casa em construção na cidade de Rio Piracicaba, na tarde dessa terça-feira, 9.

O imóvel, que fica em uma chácara, pertence ao advogado e empresário da Construção, Alvício Bibiano, conhecido na cidade pelo apelido de “Tiquin”.

O material foi encontrado pela manhã por um funcionário que foi ao local buscar algumas ferramentas. “O funcionário me ligou e disse que havia encontrado um material suspeito amarrado em uma das colunas de sustentação da obra e que poderia ser uma bomba”, disse Alvício.

Quando o advogado chegou ao local, diante da situação, acionou a Polícia Militar, que por sua vez chamou um técnico em explosivos, que trabalha na empresa Vale, que confirmou que o material se tratava de explosivos de grande potencial.

A Polícia Militar isolou a área e acionou o GATE de Belo Horizonte, que esteve no local na parte da tarde. Eles usaram equipamentos para removerem os artefatos e levaram para um terreno vago próximo, onde foram detonados com segurança, provocando duas grandes explosões.

Alvício disse que não suspeita de quem possa ter montado os explosivos no local e nem os motivos, e que prefere aguardar as investigações, que serão feitas pela Polícia Civil.

Polêmico

Alvício – Tikin, concorreu a uma vaga na Câmara Municipal da cidade nas eleições do ano passado ficando em terceiro lugar como o mais votado, mas não conseguiu uma vaga no legislativo devido a sua coligação não ter conseguido número suficiente de votos de legenda.

Polêmico, durante a campanha, Tikin fez inúmeras denúncias contra diversos candidatos, inclusive sendo que dois eleitos tomaram posse sob liminar, diante as acusações.

Outros também foram alvos das denúncias de Tikin, incluindo o prefeito Gentil Alves Costa, que, segundo o próprio advogado, promoveu 18 ações na justiça contra o então chefe do executivo.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus