Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

29/04/2016 09h07

Monlevade e Prata irão ratear fiscalização do SIM

Monlevade e Prata irão ratear fiscalização do SIM

Compartilhe

João Monlevade – O prefeito de João Monlevade, Teófilo Torres (PSDB), e o prefeito de São Domingos do Prata, Fernando Rolla (PSDB), se reuniram ontem (28) para colocar em prática o Sistema de Inspeção Municipal (SIM), através de um consórcio regional. A regulamentação do sistema vai permitir que açougueiros e produtores de leite, mel e seu derivados possam ser regularizados através de inspeção sanitária.

A proposta de criação do SIM a nível regional, vinha sendo discutida desde o ano passado, porém apenas as duas cidades da região se interessaram em participar. A união teria como objetivo ratear o custo da fiscalização.

A solução foi tomada após o Ministério Público ordenar a apreensão de carnes e derivados de leite vendidos sem inspeção sanitária no município. Na oportunidade, mais de 2 toneladas de carne e queijo foram despejados no aterro sanitário.

Durante a reunião da Câmara de quarta-feira (27), os vereadores criticaram a forma com que a ação foi conduzida.

O vereador Guilherme Nasser (PSDB) disse que os comerciantes deveriam ser apenas notificados. “Foi uma covardia jogar a carne no aterro sanitário”.

Ele ainda lembrou que a carne vendida nos açougues de João Monlevade não apresenta histórico de má qualidade. “A única carne que comprei estragada em João Monlevade era ‘sifada’ (que passou por inspeção)”.

A mesma linha foi adotada por outros vereadores, como Fabrício Lopes (PMDB). Segundo ele, a ação ficou marcada pela falta de bom senso e diálogo.

 

Cumprimento de leis

 

O vereador Belmar Diniz (PT) lembrou que os vereadores aprovaram o projeto de implantação do SIM em 2015. De acordo com ele, também é papel do vereador cobrar o cumprimento do que é aprovado pelo Legislativo. “A partir do momento que aprovamos uma lei, nós fazemos um acompanhamento para saber será lei está sendo cumprida? Eu duvido!”

Ele usou como exemplo o Código Sanitário, aprovado em 2013 e ainda não foi implantado.

Sinval Dias Justificou a demora da prática do SIM devido à proposta de fazer a nível regional.

Foto: Breno Botelho

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus