Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

13/01/2015 08h48

Com previsão de reaquecimento do setor, agências investem no Carnaval e Semana Santa

Compartilhe

Depois de amargar um ano de pouco crescimento, influenciado principalmente por eventos como a Copa do Mundo e pela alta do dólar, as agências de viagens de Belo Horizonte apostam nos feriados prolongados de Carnaval e Semana Santa para reaquecimento do setor. Em 2014, a meta de expansão definida pela Associação Brasileira de Agências de Viagem de Minas Gerais (Abav-MG) foi de 25%. No entanto, esse percentual não ultrapassou os 15%.

“Esperamos crescer em 2015 o que não crescemos o ano passado, que foi um ano problemático. Agora estamos fazendo parcerias com hotéis e companhias aéreas. A perspectiva é que seja um ano de recuperação”, comenta o presidente da Abav-MG, Antônio da Matta.

A grande demanda de destinos turísticos para o próximo mês não foge do tradicional. O litoral nordestino é unanimidade entre os turistas mineiros para o recesso de Carnaval. A agente de viagens Cristiane Silva explica que, apesar da proximidade, as vendas de pacotes devem aumentar até o fim da semana.

“Os pacotes custam a partir de R$ 1.700 e atraem turistas de todos os perfis. Há famílias, casais e pessoas sozinhas. Esperamos que 40% das vendas sejam realizadas agora”, projeta.

Turismo religioso

Outro foco das agências está nos pacotes de turismo religioso. Apenas no ano passado, o nicho movimentou um público de 17,7 milhões de turistas em todo país, com atrativos como catedrais, santuários e monumentos históricos.

O agente de viagens da Destino Certo Turismo, Lucas de Souza, destaca que o público mineiro frequenta santuários dentro e fora do Brasil, sobretudo no feriado prolongado da Semana Santa. “A cidade de Aparecida, em São Paulo, é sempre muito procurada”, afirma.

Em 2014, o Santuário Nacional da cidade bateu recorde de público, com 12,2 milhões de visitantes, segundo levantamento publicado pelo Ministério do Turismo (MTur). Para especialistas do setor, a tendência que haja cada vez mais roteiros elaborados com foco nesse tipo de viajante.

Nas cidades históricas mineiras, onde a folia carnavalesca já se tornou tradicional, a visitação às igrejas centenárias também tende a aumentar durante a Semana Santa. O Estado recebeu, somente no primeiro trimestre de 2014, cerca de 190 mil turistas, de acordo com o MTur.

O número aponta um crescimento de 5,5% em relação a 2013 e está concentrado em municípios que fazem parte do Circuito Estrada Real, como Ouro Preto e Mariana.

De acordo com várias agências de viagens de Belo Horizonte, um indicador de que as vendas podem ser boas para o setor está no fato de que o cliente mineiro não tem o hábito de comprar pacotes com muitos meses de antecedência.

O agente de viagens da agência Ansatur, Luiz Rodrigues, comenta que apesar dos custos ficarem mais elevados à medida que a data da viagem se aproxima, grande parte dos consumidores não se programa antecipadamente.

“Quem tem o hábito de viajar sempre não vai deixar de viajar neste ano. Toda demanda travada no ano passado deve fluir agora em 2015, mas com o mineiro pagando um pouco mais do que pagaria se tivesse uma antecipação maior”, avalia.

A supervisora de lazer da Exodus Turismo, Fabiani Carmo, projeta um crescimento de 15% na comparação com o Carnaval de 2014. “Nós temos até mesmo turistas dos Estados Unidos vindo passar o Carnaval de rua de Belo Horizonte”, conta.

Com Informações Hoje em Dia

 

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus