Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

14/10/2014 09h34

Câmara de São Gonçalo presta homenagem à idosa de 100 anos

Compartilhe

Na noite da ultima sexta-feira, 10, a Câmara de São Gonçalo do Rio Abaixo homenageou a senhora Zilda Rosa da Silva. A homenagem é de autoria do vereador Luiz Gonzaga Fonseca. Dona Zilda é moradora de São Gonçalo e completou 100 anos de idade no dia 31 de agosto.  

Durante o evento o vereador Luiz Gonzaga parabenizou a Dona Zilda e lembrou do trabalho que ela realizava na escola Municipal. “Dona Zilda fazia as merendas na escola e muitas das vezes levava de casa os ingredientes”, lembrou.

O prefeito municipal Antônio Carlos Noronha Bicalho também parabenizou a homenageada e destacou o trabalho da dona Zilda enquanto trabalhava na escola. “Antes o sistema educacional era muito precário. Dona Zilda jamais podia imaginar que comemoraria seus 100 anos exatamente quando o município de São Gonçalo oferece a seus estudantes a melhor merenda escolar do Brasil além de ser o primeiro município de Minas a entregar um computador a cada aluno. Acredito não haver melhor presente para ela e para todos nós”, ressaltou.

Em discurso, a presidente da Câmara Luciana Bicalho disse que “a generosidade é sem dúvida uma das maiores virtudes da dona Zilda”. Ela ainda destacou que a sua história de vida da homenageada serve como exemplo para todos os jovens.

 Histórico da homenageada

A senhora Zilda Rosa da Silva nasceu em São Gonçalo do Rio Abaixo, em 31 de agosto de 1914, na antiga casa da sua família na localidade de Timirim. Filha de Jovita Maria do Nascimento e José Canuto da Silva, ela é a primogênita das filhas de uma família de três irmãs: Bernadete Maria da Silva e Maria da Conceição Nascimento da Silva.

Casou-se em 31 de julho de 1941 com Mário dos Santos com quem teve 7 filhos: Maria Felipe dos Santos, Efigênia Benigna dos Santos, José João dos Santos, Domingos João dos Santos, Tereza Vicentina dos Santos, Antônio Justiniano dos Santos e Maria Aparecida dos Santos. Ela também TEM 12 netos, 7 bisnetos e 5 tataranetos.

Dona Zilda começou a trabalhar muito cedo, ajudando seus pais no desenvolvimento da lavoura e na criação dos animais. Vendia lenha, capim, entre outras coisas. Com grande habilidade para as relações humanas, marcada pelo auxílio ao próximo e desapego material, trabalhou muitos anos na Escola Municipal fazendo lanches para os alunos. Como na época o sistema de educação era muito precário, na maioria das vezes ela levava de casa o pouco dos ingredientes que possuía para preparar a merenda.

Criada com base cristã é uma grande seguidora da doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana, através de rezas diárias do terço Bizantino, ouvinte assídua da Rádio Aparecida e assiste todas as missas transmitidas pela Rede Vida.

Com os seus 100 anos, mantém em seu cotidiano atividades que praticava na juventude; ainda planta, cozinha e vai todos os domingos a missa. É muito vaidosa, uma admiradora da beleza, atributo que cultiva até os dias de hoje.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus