Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

22/05/2014 16h51

Anglo American conquista prêmio de Excelência minero-metalúrgica

Compartilhe
A Anglo American foi novamente reconhecida durante a 16ª edição do Prêmio de Excelência da Indústria Minero-metalúrgica Brasileira, realizada na última terça-feira,13, em Belo Horizonte. Organizada pela revista Minérios & Minerales, a premiação tem como objetivo divulgar as melhores tecnologias, processos e conceitos aplicados em mineradoras de todo o País.
Dois projetos dos negócios de Nióbio e Fosfatos foram vencedores em suas respectivas categorias. Segundo Joselito Dásio da Silva, Gerente de Operações de Nióbio e um dos autores do projeto "Recuperação de nióbio contido no Under Flow do ciclone primeira classificação da planta Tailings", a missão da Anglo American é ser uma empregadora de escolha, uma parceira de escolha e uma investidora de escolha. “Este reconhecimento mostra que estamos no caminho certo para alcançarmos nossa missão. A Anglo American possui um grupo de alto desempenho que não se acomoda com os bons resultados já alcançados ao longo dos últimos anos. Estamos sempre nos desafiando e buscando continuamente melhorias nos processos, na segurança e no ambiente de trabalho”, comenta.
Além disso, o projeto contemplado representa para empresa um aumento de 6% na produção total de nióbio e 13% no EBITDA (sigla em inglês que significa lucro antes dos impostos, depreciação e amortização). “Outro ponto importante é que as lideranças e suas equipes passaram a acreditar que boas ideias são levadas a sério e são reconhecidas. Isso motiva a participação, a criatividade e a melhoria contínua rumo à excelência”, destaca Joselito.
Para Talita Chaves Braga, engenheira de Processos e uma das autoras do projeto de “Diminuição de Rejeitos de Barragem”, esse reconhecimento é um incentivo para toda a equipe continuar buscando melhorias de processo e de sustentabilidade. “Foram feitos muitos testes para encontrar a alternativa biodegradável que tivesse a melhor performance no processo. E conquistar o prêmio após todo esse trabalho mostra a importância dos estudos realizados pela equipe de processo”, diz.
A engenheira destaca ainda que esse projeto foi muito importante para a planta de fosfatos, pois o reagente utilizado anteriormente não era biodegradável e continha um elemento químico que se acumulava na barragem de rejeitos. “A partir da substituição deste reagente, garantimos a sustentabilidade da barragem sem o acúmulo de nenhum elemento químico”, finaliza Talita.
 
 
 

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus