Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

28/03/2014 08h38

Cervejeiros participam de Benchmarking

Compartilhe
Alunos formados nas oficinas do projeto Caraça Pólo Cervejeiro participaram de um Benchmarking em Nova Lima.
O Benchmarking é a ação de aferir, conhecer marcas de referência em determinada área. Ele é visto como um processo por meio do qual uma empresa examina como outra realiza uma função específica a fim de melhorar como realizar a mesma ou uma função semelhante. O processo de comparação do desempenho entre dois ou mais sistemas é chamado de benchmarking, e as cargas usadas são chamadas de benchmark. No caso dos catasaltenses, visitaram três micro-cervejarias visando conhecer os processos de cada uma em suas produções.
A visita foi organizada pela Terra Mineira Empreendimentos Turísticos, responsável pela criação do projeto Caraça Pólo Cervejeiro e que tem como um dos produtos o Caraça Bier Fest.
As cervejarias escolhidas para o estudo de caso foram a Inconfidentes - Cervejarias Conjuradas, a Kud e a Taberna do Vale, cada uma com uma experiência única.
Na Inconfidentes a turma foi recebido pelos Mestres Cervejeiros Paulo Patrus e Humberto Ribeiro que com simpatia peculiar dos cervejeiros, apresentou toda a história e dinâmica das marcas envolvidas. 
A Inconfidentes apresenta uma união de produtores, que intitularam de "Conjuração Cervejeira", sendo uma única instalação, três cervejarias, vários rótulos, como lema,  um mesmo ideal, produzir cerveja de qualidade feita por quem é completamente apaixonado pelo assunto.
Na Inconfidentes as cervejarias Grimor - Paulo Patrus, Jambreiro - Humberto Ribeiro e Vinil - Fabrício Pimenta, são independentes, mas dividem toda uma estrutura industrial e comercial - passando desde o local, incluindo gestão, compra, venda, ficando apenas a parte de produção realizada individualmente, mas, mesmo assim, um conta com o apoio irrestrito do outro.
Outro fato que chama a atenção na Inconfidentes é que, caso uma cerveja tenha em determinado momento, uma venda maior que as outras, um percentual do lucro é distribuído às outras, promovendo com isso uma equalização dos negócios. 
O Mestre Cervejeiro Felipe Viegas, desde 2003 na ramo de produção de cerveja artesanal  recebeu os futuros "mestres" na Taberna do Vale.
Já a Taberna do Vale é uma outra cervejaria totalmente diferente das convencionais. No local onde é produzida as marcas dessa cervejaria se encontra também uma escola de cervejas, onde Felipe Viegas prepara novos produtores amantes da arte e do produto.
No local também Felipe dá os últimos retoques para a abertura de um Pub, onde será comercializado todas as cervejas produzidas na Taberna.
Ali Felipe relatou as dificuldades de empreender no ramo cervejeiro no Brasil, dos obstáculos impostos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e das vitórias alcançadas: "Antes não podíamos nem produzir cerveja artesanal no Brasil, era contravenção. Hoje isso mudou, mas ainda temos uma carga tributária que chega a 60%, um assalto", informou.
A última cervejaria a ser visitada foi a  Kud - onde o Mestre Cervejeiro Bruno Parreiras recebeu os visitantes catasaltenses.
A Kud começou como a maioria das produções artesanais de cerveja, entre amigos. 
Em 2008 ao buscar fazer a própria cerveja,  conseguindo excelentes resultados, inscreveram uma das produzidas, a India Pale Ale, em um concurso  de Cervejas Artesanais da Argentina e levaram o primeiro lugar. 
Diante do fato se sentiram motivados e resolveram abrir a cervejaria, onde foi criada a Cervejaria Küd, que iniciou suas atividades em 2010.
No caso específico da Kud, como seus Mestres Cervejeiros são apaixonados por rock quanto por cerveja, suas criações se inspiram nos grandes clássicos do gênero.
Diferente das outras duas cervejarias , a Kud, até o momento não engarrafava suas cervejas, comercializando-as apenas em barril tipo chopp.
No momento eles se preparam para ampliar a produção e passaram a engarrafar, o que, segundo Bruno Parreira, aumentará consideravelmente a demanda.
A Kud também mantêm um Pub, o bar da cervejaria, também conhecido como Brew Pub Küd, situado anexo à cervejaria.
 
Avaliação
O organizador do evento, o empresário e turismólogo Marcos Lamego, sócio proprietário da Terra Mineira Empreendimentos, avaliou como positiva o Benchmarking.
Segundo ele, além do conhecimento adquirido em relação à dinâmica de uma cervejaria, os participantes puderam conhecer também suas várias formas de gestão: "Inicialmente tivemos três formas diferentes de gestão. Apesar dessas diferenças uma coisa percebemos ser comum - a alegria de fazer cerveja e de transmitir conhecimento", destacou Lamego.
 
Apoio
O Projeto Caraça Pólo Cervejeiro tem recebido o apoio do Instituto Cenibra, Vale, Prefeitura de Catas Altas, Acerva MG, Bom Dia.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus