Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

14/03/2014 14h21

Professor Dadinho lança livro em homenagem aos 100 anos do nascimento de Cônego Higino

Compartilhe

Acontece nessa segunda-feira, 17 de março, no Auditório da Escola Municipal Cônego Higino, às 19:30, o lançamento do Livro "Cônego Higino - História e Memória" pelo professor Dadinho.

O evento contará com participação especial das “Meninas Cantoras da Escola Cônego Higino”.

Na oportunidade o professor Dadinho falou ao Bom Dia sobre o livro e o evento.

Segundo o professor, o livro não é nem pretende ser uma biografia do Cônego: “Certamente contém seus dados biográficos e resgata sua memória: fala de sua trajetória, de seu trabalho como pároco (o primeiro) em João Monlevade e como gestor de ensino (fundou e dirigiu o primeiro ginásio da cidade). Não é uma biografia, mas oferece pistas para algum possível futuro biógrafo, que queira se debruçar sobre sua personalidade. A maior parte do texto é de minha autoria (artigos, versos, notícias rápidas) a maioria já publicada, embora haja capítulos inéditos, escritos para essa publicação. Resgato também fotos, crônicas, poemas, causos e informações escritas por outras pessoas da cidade, como do professor. Nilton Souza, Luciano Lima, professora Coramar, Dr. Stanley, Eronides Alves, Wir Caetano, entre outros”, relata professor Dadinho.

Em uma breve entrevista professor Dadinho falou de seu trabalho:

Bom Dia - Quantos livros já escreveu / editou?

Professor Dadinho - Este é o segundo. O primeiro, "Nosso Jeito de Ser Igreja", foi sobre o cinquentenário da Paróquia de Nª Srª da Conceição (2009). Este do Cônego Higino é também temático: resgata o centenário de nascimento do Cônego Dr. José Higino de Freitas (1912-2012). Estou com um terceiro no prelo: Nossa História Nossa Gente (volume I), que pretende resgatar a história da cidade, seus símbolos, seus ícones, suas grandes personalidades. Para comemorar e marcar o cinquentenário de nossa emancipação política.

Bom Dia - Como surgiu a idéia e por que escrever sobre o Cônego Higino?

Professor Dadinho - A idéia, que já era antiga, por causa dos muitos laços afetivos que sempre ligaram sua vida à minha história pessoal e profissional, tomou corpo quando fui convidado a integrar um grupo que queria de todo jeito comemorar o centenário de nascimento do Cônego Higino. Por que o Cônego? Porque sua trajetória de vida o coloca no panteão das grandes personalidades de nossa cidade. E também porque era oportunidade de seu centenário de nascimento.

Bom Dia - Como foi o trabalho? Aconteceram pesquisas ? onde foram realizadas?

Professor Dadinho - O trabalho demandou alguma pesquisa, mas a fonte primordial foi minha convivência com ele: estivemos bastante próximos na minha infância, na minha formação e no início de minha vida profissional. Tenho 69 anos e há 33 anos que ele morreu. Pesquisei jornais, revistas, fotos, entrevistei pessoas que com ele conviveram, participaram de seu trabalho como colaboradores e alguns remanescentes de sua família.

Bom Dia - Como é o livro ? quantas páginas ? e ilustrações?

Professor Dadinho - O livro é bem simples, 110 páginas. Contém, entretanto, o essencial. Apresenta fotografias históricas (quase todas do Foto Diló, inclusive a capa) E há também fotografias mais recentes. As ilustrações (poucas) são do desenhista e caricaturista Nem (Onésimo Marcelo Rodrigues). A apresentação ("orelha" do livro) é da Professora Lelena, professora de Literatura do Colégio Kennedy

Breve histórico do Cônego

“Nascido em Barra Longa, veio para João Monlevade em 1945, preparando a criação da primeira paróquia da cidade, a de São José Operário, instalada em 1948. Nela foi o Pároco por 30 anos, participando da criação de mais duas paróquias, a  de Nª Srª da Conceição (1959) e a de Nª Srª de Fátima (1966). Criou em 1955 o Ginásio Monlevade, que se transformou no grande Colégio Estadual Monlevade que formou tantas gerações, o qual se municipalizou em 1995, recebendo o nome de Escola Municipal Cônego Higino. O Cõnego dirigiu ainda, embora por apenas dois meses, o Centro Educacional de João Monlevade. E eu tive a honra e a responsabilidade de seu seu sucessor imediato naquela escola. Afastando-se totalmente do trabalho em 1975, por motivos médico, o Cônego morreu em 1981”.

Professor Dadinho

O Professor Dadinho

Monlevadense, formado em Letras e estudado nos Seminários de Mariana. Foi professor de Português, Francês e Latim, transitando durante 36 anos da sala de aula para a gestão do ensino. Dirigiu o Cejm (1975-1983), a Faculdade de Educação (1994-2000), o Curso de Letras (2000-2002) e o Instituto de Ensino Superior -Ies/Funcec (2002-2005). Aposentado desde 2006, dedica sua vida à pesquisa histórica publicando em livros e jornais. É também  redator do "Elo Litúrgico", folheto/roteiro da celebração dominical da Diocese de Itabira- Coronel Fabriciano. 

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus