Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

12/03/2014 10h45

Miscelânea - Com Roberto Menescal

Compartilhe

“Basta o jeitinho dele andar”, capixaba de alma carioca, Roberto Menescal dispensa apresentação. Falar de sua carreira não significa falar somente da história  da bossa nova, ele está sempre se renovando e produzindo trabalhos com novos artistas.

Nosso encontro foi marcado pela descontração e generosidade, não somente com os novos artistas que produz e aposta, mas como ser humano, se fosse para resumir Menescal , seria generosidade.

Nosso encontro  começou logo na troca de emails, fiz o convite, falei do portal Bom Dia OnLine, e sem questionamentos  rapidamente marcamos nosso  encontro, e lá estávamos eu e Luiz (nosso cinegrafista e fotógrafo),  na hora marcada. Nosso encontro foi  na Albatroz, sua gravadora, localizada numa ilha na Barra da Tijuca-RJ, e  se inicia uma tarde agradável , no “barquinho do Menescal”, com um clima ameno, uma paisagem ímpar, em menos de cinco minutos, com um sorriso largo, e abraço afetuoso, estava lá nos esperando, o Mestre.

Nosso bate papo, foi marcado pela história da bossa-nova, carreira internacional, parcerias com novos artistas e principalmente dicas para a galera nova da música.

Menescal, é desses artistas  que se arrisca, adora trabalhar com novos talentos e sempre tem alguma aposta,  “ Ganho pique, ganho essa alegria de viver. Estou sempre atento aos artistas novos dentro do estilo que gosto e tenho trabalhado muito com vários deles, o que me dá muita satisfação, pois tocar as mesmas músicas com os mesmos arranjos durante quase 60 anos de carreira tira um pouco da minha motivação. Daí vem a alegria em poder tocar com pessoas novas como tenho feito. Meu grande parceiro, Ronaldo Bôscoli, me chamava de “rabo de cometa, sempre atrás de uma estrela”,  afrmou  Roberto Menescal,  Entre esses novos talentos estão Marcia Tauil, Daíra, Andréa Amorim, Cris Dellano, e assim por diante.

Sempre que me encontro com Roberto Menescal, o encantamento aflora, com sua delicadeza e ensinamentos, dessa vez  falamos muito sobre sua carreira no Japão, que  se iniciou em  1985 juntamente com Nara Leão, no mesmo ano se apresentou com Leila Pinheiro (na época em início de carreira),no Festival Yamaha, e ganharam prêmios, a partir de então rigorosamente todos os anos está em solo nipônico, como ele mesmo diz, o Japão sempre esteve com ele, porque desde muito jovem se interessou por sua cultura, Menescal, foi praticante de Yoga, Judô, aikido, jiu jitsu, Falou sobre o especial: Japão canta Brasil, porque  o país não só adotou a  Bossa Nova,como também  Choro, Samba, Forró e também Sertanejo, “Japão é um mistério se perguntarem o porquê ninguém sabe”, declarou um Menescal apaixonado pelo Japão.

O  MAU (Movimento Artístico Universitário) liderado por Ivan Lins, Bossa Nova, Jovem Guarda, foram  citados na nossa conversa, quando o assunto foi o cenário artístico atual, Menescal fez a comparação dessa época com a atual,  ele acredita que para dar certo tem que existir a união, o coletivo, “Vamos esquecer um pouco as grandes mídias, vamos procurar o pequeno e crescer junto, foi assim com esses movimentos, se tem talento vai aparece e  tem que ter uma liderança e  não tem que ter essa de ter ciúmes do líder, o cara ta lá lutando. Fica de goleiro, deixa o cara fazer o gol” , enfatiza e continua “Essa garotada não pode desistir, ta difícil, mas vão achar seu caminho, não pensem que é só colocar na internet e esperar, tem várias rádios  são pequenas, mas são 50 mil, vai lá coloca sua música pra tocar, cada um descobre o seu caminho, eu já descobri o meu.”

Por fim, fez questão de parabenizar mais esse espaço de divulgação, e ao portal Bom Dia OnLine, deixou um recado e um mimo para nossos ouvidos, se deliciem com Rio, Roberto Menescal e seu violão.

Veja em Vídeos aqui no Bom Dia Online                                                    

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus