Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

19/02/2014 13h47

Prefeitura de Diamantina planeja mudar radicalmente o perfil do carnaval da cidade

Sem axé, sem funk - no lugar, Marchinhas e samba de raiz

Compartilhe

A Prefeitura de Diamantina tomou uma atitude exemplar em relação ao carnaval. Ela está planejando ações para mudar radicalmente o perfil do Carnaval na cidade.

Com o objetivo de dar uma aparência mais tranquila à folia no município, a administração aposta no resgate das tradições culturais. A maior novidade para 2014 será a substituição dos palcos da rua da Quitanda e do largo da Catedral por coretos. Nesses novos espaços, o axé e o funk darão lugar a grupos de samba de raiz, charangas e marchinhas de Carnaval.

“Queremos ‘abrir a cabeça’ do nosso público. Vamos incentivar a moçada de hoje a valorizar essa cultura. Afinal, essa é a cara de Diamantina”, justifica Ricardo Santos, coordenador de Ação Cultural da Secretaria de Cultura, Turismo e Patrimônio de Diamantina. A cidade, que já registrou mais de 70 mil foliões em outros Carnavais, receberá 40 mil neste ano, segundo a expectativa da prefeitura. Nos anos seguintes, a expectativa é que o público seja ainda menor, já que outras mudanças graduais estão previstas para as próximas três edições do evento.

 “Sonhamos com um Carnaval mais intimista e mais tranquilo para todos. Percebemos que a proposta do evento está se perdendo, por isso precisamos mudar agora”, avalia o coordenador. A tendência é que, com a reestruturação, o perfil do público também mude. “Queremos foliões que curtam o Carnaval, mas que também valorizem a cultura e a história da região, que é muito rica. Micaretas existem o ano inteiro. Carnaval é só um por ano”, diz Santos.

Ritmo

Estão mantidos os tradicionais tambores da Bartucada e da Batcaverna, que rufam todos os dias entre o pôr e o nascer do sol, e as 24 horas diárias de folia. Também continuam na programação os blocos caricatos, com destaque para o “Sapo Seco”, fundado no início do século passado, o “Xica da Silva” e o “Me Ampara Senão Eu Caio”.

Verba na capital

A Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur) prorrogou o prazo para que blocos caricatos e escolas de samba apresentem os documentos necessários para receber as verbas de auxílio. Os grupos terão até a próxima quinta-feira para solicitar o benefício na Belotur (rua da Bahia, 888, 6º andar, centro), das 10h às 16h30. O adiamento foi publicado no “Diário Oficial do Município” do último sábado. As escolas de samba receberão auxílio de R$ 37.550, e os blocos caricatos, de R$ 18.750. Já o governo do Estado lança hoje, oficialmente, o Carnaval de Minas Gerais. O evento ocorre às 11h30, na Cidade Administrativa, e contará com a presença de blocos e bandas carnavalescas tradicionais de diferentes cidades históricas do Estado.

Serão divulgadas as ações do governo de Minas para que os foliões aproveitem a festa.

Com ifnromações (O Tempo)

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus