Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

19/11/2013 12h00

Duplicação da BR 381 deve gerar cerca de R$ 12 bilhões em negócios e mais de 5 mil empregos

Compartilhe

A Duplicação dos 303 quilômetros da BR-381 entre Belo Horizonte e Governador Valadares deve gerar cerca de R$ 12 bilhões em negócios durante os quatro anos de obras e mais de 5 mil empregos.

Pensando nisso e no intuito de levar ao empresariado mineiro informações que auxiliem na identificação e geração de negócios e consequentemente produção de riqueza para o Estado, a FIEMG lançou na noite de segunda-feira, 18, em Belo Horizonte, o Caderno de Oportunidades.

Fruto do Movimento Nova 381, o caderno oferece aos empresários quantitativos de materiais e serviços para as obras em todo o percurso já licitado ou em licitação pelo DNIT, que compreende o trecho da rodovia que liga Belo Horizonte a Governador Valadares.

 

Maior obra

A duplicação da BR 381 considerada a maior obra de infraestrutura do país deve gerar cerca de R$ 12 bilhões em negócios durante os quatro anos previstos de obras e 5,7 mil empregos diretos e indiretos na construção. Após a conclusão de todo o trecho estima-se a atração de até R$ 800 milhões em investimentos por ano para a região Leste do Estado, conforme estimativas da FIEMG. No entanto, para que o retorno de R$ 12 bilhões, gerados por aportes de R$ 4 bilhões nas intervenções, fique concentrado em Minas Gerais, é necessário, em um primeiro momento, que as empresas locais participem como fornecedoras de insumos e serviços durante os trabalhos na rodovia. A publicação detalhada e as principais chances de negócios que serão geradas com as intervenções na via podem ser acessadas no site www.nova381.org.br

“Os números apresentados no Caderno de Oportunidades são resultado de um estudo técnico elaborado por uma consultoria especializada em orçamentação de obras viárias, estimados por lote, de acordo com o projeto executivo e edital de licitação. O engajamento dos empresários é fundamental para o fortalecimento do Movimento e desenvolvimento socioeconômico da região. Estamos otimistas quanto às oportunidades que todos os municípios envolvidos terão quando as obras começarem”, explica Luciano Araújo coordenador do Movimento Nova 381 e presidente da FIEMG Regional Vale do Aço.

Emprego e renda

Depois da obra, a entidade pretende atrair empresas para as cidades que estão às margens da rodovia. Segundo Araújo, o potencial é enorme. Ele cita as empresas que já estão instaladas na região, como a Cenibra, que produz celulose em Belo Oriente, a Aperam, que faz aço inox em Timóteo e a siderúrgica Usiminas, em Ipatinga, com a produção do aço. “Podemos atrair empresas que irão trabalhar esses produtos, como uma fábrica de papel ou de utensílios para cozinha. Hoje, elas não vem porque não há logística”, afirma.

Segundo ele, para cada R$ 1 milhão investidos em logística, a região recebe retorno entre R$ 170 mil e R$ 300 mil por ano.

Para Álvaro Campos de Carvalho, superintendente do DNIT em Minas, a iniciativa da FIEMG é de extrema importância e a realização de um sonho de milhares de mineiros. “Dos 11 lotes, sete já foram contratados, cerca de 230 km dos 303 km aguardam a licença ambiental agendada para o dia 11 de dezembro e posteriormente, a ordem de serviço da presidente Dilma para inicio das obras”. A expectativa é que ainda esse ano os canteiros de obras já estejam montados.

 

 Adesão

Lançado no dia 21 de março, o Movimento Nova 381 foi criado para monitorar as obras da duplicação da estrada, da fase de editais à sua conclusão. A ação, coordenada pelas Regionais da Fiemg do Vale do Aço e do Rio Doce e executada em parceria com as entidades de classe empresariais do estado, busca promover o desenvolvimento socioeconômico de Minas Gerais a partir das oportunidades de negócios criadas para adequação da rodovia. Dados oficiais e atualizados podem ser acessados através do site www.nova381.org.br . Na página, os interessados podem aderir ao Movimento em favor da duplicação que atualmente conta com a participação de 20 estados e 292 municípios.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus