Bom Dia - O Diário do Médio Piracicaba

notícias

12/12/2013 23h42

Mulheres querem transformar São Gonçalo em polo de corte e costura

Compartilhe

Um grupo de mulheres planeja transformar São Gonçalo do Rio Abaixo em polo de corte e costura. Elas integram a Associação de Assistência à Mulher de São Gonçalo (AAMSGRA), entidade instituída, recentemente, na cidade.

A solenidade de eleição e posse da diretoria executiva e conselho fiscal da AAMSGRA ocorreu na manhã desta quarta-feira, 11, no Centro Cultural. Os trabalhos foram conduzidos pelo coordenador do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de São Gonçalo, João Henrique Mota.

Cerca de 30 mulheres integram a AAMSGRA e o grupo é constituído, em sua maioria, por costureiras (ex-alunas do curso de corte e costura do Cras). Artesãs e outras profissões também fazem parte da equipe.

A associação vai permitir mais qualificação profissional às mulheres associadas e o objetivo do grupo é investir em maquinários para confecção de roupas. “Num futuro próximo São Gonçalo poderá ser reconhecida como polo de corte e costura”, explica João Henrique.

A professora de corte e costura, Elza de Sena, garante que as costureiras da AAMSGRA possuem potencial de sobra na confecção de roupas de qualidade. Ela também acredita na possibilidade de São Gonçalo se transformar em referência no ramo de confecção de roupas.

Márcia Felipe de Jesus Andrade foi eleita, em chapa única, presidente da AAMSGRA e promete muito trabalho. Também integra a diretoria executiva, Socorro Pastora de Souza (vice-presidente), Geisiane Cristina de Brito Almeida (1ª secretária), Ana Tereza Pinto da Silva (2ª secretária); Valquíria Geralda dos Reis (1ª tesoureira), Maria Helena de Almeida (2ª tesoureira). O conselho fiscal será representado por Terezinha Rodrigues, Maria Elza Batista, Suely Piedade, Marly Elizabete Alves da Silva, Creuza Vaz Alves e Maria Aparecida dos Reis.

Bom Dia Online- Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.

by Mediaplus